«

»

mar 21

Introdução a Manipulação das Massas na Nova Ordem Mundial

GD Star Rating
loading...

Índice:

– I; Introdução

– II; A mídia mente ?

– III; Acobertamento de informações com programação neuro-linguística (PNL)

– IV; A mão que balança o berço

– V; Como fazer a manipulação entrar

– VI; Como funciona a mídia ?

– VII; Como controlar a mídia ?

– VIII; Entenda o que é geração

– IX; O poder da propaganda manipulativa das massas

– X; Os 11 princípios de Goebbels

– XI; Orson Welles: O realismo na mídia

– XII; O que vem a seguir ?

I- Introdução

ATENÇÃO: esse tópico é continuação do tópico, “Até que ponto somos enganado?: A evolução das espécies” no link abaixo:

Fórum Anti Nova Ordem Mundial: Até que ponto somos enganados ? : A evolução das espécies

Você já reparou que existe o programa Big Brother em mais de 40 países? Como isso ocorreu:

– 40 países tiveram coincidentemente a mesma ideia de fazer um programa de reality show desse estilo.

– Ou existe uma central detentora dos direitos do programa que espalhou isso para mais de 40 países?

Concluímos que a segunda opção é a correta, mais com isso pensamos no seguinte fato: será que só o Big Brother é distribuído para vários países? Ou será que tem notícias, documentários e filmes com teor político que beneficia uns e prejudica outros e que também se espalha criando uma ilusão de opinião publica ?

Pois é exatamente isso que acontece na prática.

II- A mídia mente?

É bom lembrar que a mídia mente descaradamente: a mídia disse que o Iraque possuía armas de destruição em massa, disse que o cigarro não causava câncer, que o PC Farias foi morto por crime passional e que sua namorada se suicidou em seguida, disse que o aquecimento global era iminente. A mídia junto de governos, serviços secretos e corporações vem criando fantasiosas versões oficiais desde sempre.

Podemos ver isso no exemplo abaixo:

III- Acobertamento de informações com programação neuro-linguística (PNL)

É a politica de negar que essas coisas existem, é o império do segredo.

A PNL estuda como nossas experiências subjetivas, nossas concepções e visões de mundo, demonstradas através da nossa linguagem, afetam nossas ações. Resumindo: determinadas coisas ditas afetam como vamos pensar e agir.

Portanto quando os manipuladores sociais querem esconder suas técnicas eles irão usar a PNL para isso: rotular e ridicularizar.

Eles usarão palavras como :“racista”, ”fascista”, ”irrelevante” ,”apologia ao terrorismo”, “desrespeito a família das vitimas” , “fanático”, “anti-semita” e claro o mais clássico e famoso de todos : “teoria da conspiração”, sendo que conspiração não é teoria.

Aplicando esses rótulos sobre aquela pessoa, o que acontece é que ela se sente gelada, isolada e eles polarizam, fragmentam aquela pessoa.

Os manipuladores com a PNL fazem as pessoas parecerem como se elas fossem parte de algo a margem da sociedade: perigoso, assustador, terrorista, bandido e insano. Este processo é também conhecido como “assassinato de caráter”. Neste caso, isto é feito no debate público na cara da pessoa.

Você já notou que se o mesmo é a aplicado à mídia , isto é considerado blasfêmia? Quem faz a prestação de contas da mídia? Ninguém. Eles são livres para destruir qualquer um que eles escolherem.

Isto é porque eles secretamente temem a mídia alternativa (internet e afins) e vem ai tantas aprovações de leis de restrição de liberdade civil contra a internet e qualquer outra mídia alternativa pois a mesa pode virar contra eles por parte de qualquer pessoa atrás do monitor.

IV- A mão que balança o berço

Porque,salvo raras exceções, crianças que nascem no Rio de Janeiro sempre torcem para Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo ? Porque as crianças não torcem para o Galataxarai da Turquia, os Rangers da Escócia ou o Chelsea da Inglaterra ?

A explicação para isso é simples: criança nenhuma nasce torcendo para time nenhum.Nunca aconteceu ou ai acontecer de uma criança sair da barriga da mãe gritando “mengo”, na verdade os times de futebol que as crianças torcem são ensinados culturalmente e no Rio prevalecem Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo.

O entendimento começa a aparecer pois não é só o time que torcemos que nós é ensinado culturalmente:

A língua que falamos: por isso uma criança no brasil fala português e na china fala mandarim, e junto dela o sotaque que varia de região para região.

– A maneira que nos vestimos.

A beleza: apesar de haver traços simétricos universais, a beleza também é ensinada culturalmente, na Tailândia por exemplo existe uma tribo chamada Padaung onde se aprende que mulher bonita é a que usa argolas no pescoço. Antropólogos estrangeiros foram ao local e levaram mulheres europeias e os homens da tribo as acharam feias pois seus pescoços eram “curtos”. Nós brasileiros achamos mulheres morenas com “bumbum grande” bonito, já o americano prefere loiras com seios grandes.

A maneira que andamos e gesticulamos: o italiano por exemplo “fala com as mãos”.

A forma que somos emocionalmente: nós latinos somos mais emocionais enquanto alemães e russos são muito mais frios.Se trouxer um russo para o brasil na infância ele vai se comportar emocionalmente como um brasileiro.

– A religião que seguimos.

A historia: aqui eles ensinam mitos clássicos como Cristovão Colombo, Adão e Eva, EUA na Lua, 300 de Esparta. Na índia ensinam os mitos sobre Ganesha e a origem “ariana” das castas lideres da índia.

– Nossa tendência politica.

A comida que comemos: no Brasil comemos vaca e não comemos cachorro, na China comem vaca e cachorro e já na Índia não se come vaca nem cachorro, o mesmo horror que você sente ao ouvir que um chinês comeu cachorro, o indiano sente quando ouviu que você comeu vaca.

E muito mais.

Isso que dizer que o que somos como adultos nada mais é do que um conjunto de elementos que nos foram ensinados quando éramos crianças, são quase “memórias coletivas implantadas” pois nosso “eu” é formado a partir desses traços culturais e nos comportamos e opinamos de forma muito parecida dentro de nossas “culturas”.

Isso é fundamental ser entendido pois a manipulação das massas começa a partir desse ponto: a propaganda do Goebbels na Alemanha usou os próprios valores ancestrais do povo alemão, ele “explorou” esses conceitos coletivos alemães para criar sua manipulação.

Atualmente a maçonaria (EUA,Inglaterra, França) e “Israel” substituem para as massas “ocidentais” o que foi o arianismo na Alemanha ou o papa na idade média: são sagrados , isso é ensinado de berço. Se alguém na asia matar 1000 pessoas é genocídio, terrorismo se eles matarem 1 milhão é causa humanitária ,defesa e ofensiva. Dessa forma, a manipulação de hoje usa os elementos sagrados maçons sionistas para controlar essa ensinada “sociedade”, essa é a razão do uso de tantos símbolos maçons e sionistas na cultura pop.

O famoso mitólogo americano Joseph Campbell já tinha dito em seu livro “o poder do mito” que hoje em dia, as pessoas se apegam a mitos que não lhes têm serventia alguma.

V- Como fazer a manipulação entrar

Existe um truque para fazer a manipulação entrar , a história que criei abaixo ilustra essa ideia :

Num colégio qualquer a professora marca a entrega de um complicado trabalho para daqui a uma semana e os alunos estão aflitos pois acreditam que o tempo é escasso . No dia da entrega os trabalhos não ficaram tão bons, cada um fez o que podia, a professora percebeu que um dos alunos faltou: Joãozinho.

Uma semana depois da data da entrega do trabalho, Joãozinho aparece no colégio:

Joãozinho:

– Professora, eu infelizmente tive que faltar essa semana toda,mais hoje eu trouxe meu trabalho.

A professora percebe que o trabalho dele é superior aos outros pois obviamente teve muito mais tempo para faze-lo.

Professora:

– Infelizmente não posso aceitar seu trabalho Joãozinho, o prazo para entrega era uma semana atrás.

Joãozinho:

– Mas professora eu não faltei atoa, é que …minha vó morreu…

E AGORA ?

E se a professora acusar o Joãozinho de mentira e realmente a avó dele morreu? Além de despedida ela pode ser processada. Claro que com o passar dos dias e semanas a professora pode tentar descobrir se a avó dele realmente morreu, mais eu pergunto naquele momento, quem venceu , o Joãozinho ou a professora? Obviamente o Joãozinho.

A professora então aceita o trabalho do Joãozinho e mesmo se descobrir no futuro que ele estava mentindo o trabalho já foi aceito por ela, devolver daria grande confusão, a única coisa que lhe resta é tentar não cair em tal plano do joãozinho de novo.

Essa história nos mostra que o nosso cérebro bloqueia nossos argumentos quando está diante de histórias de morte, não temos ação nem reação. Portanto quando uma manipulação quer entrar, os manipuladores sempre usarão a morte como escudo para nos bloquear:

– o “terrorista” que matou.

– o Sadam Hussein que tem armas de destruição em massa e vai matar.

– o aquecimento global que está matando e vai matar vários seres vivos.

– o ebola que está matando milhares.

– a gripe suína que está matando e vai matar.

– a Russia que vai anexar todo o planeta e matar as populações locais.

– a Coreia do Norte que mata as criancinhas e as mulheres, vai matar todo mundo.

E não importa se descobrimos no futuro que essa coisas são mentiras: hoje sabemos que o Sadam Hussein não tinha armas de destruição em massa, assim como a professora tivemos que aceitar o trabalho, mais hoje a guerra já foi feita.

Portanto, assuntos de morte são usados para fazer a manipulação entrar, é sempre morreu,vai morrer, está morrendo, famílias das vitimas, feridos a beira da morte, dinheiro público para segurança da nação para evitar mortes e etc, isso bloqueia o cérebro das pessoas de ver os furos das versões oficiais.

VI- Como funciona a mídia?

A origem palavra ‘propaganda’ vem do latim ‘propagare’, usado inicialmente na agricultura, para designar a reprodução das mudas das parreiras.Em 1622, o Papa Gregório XV instituiu uma comissão de cardeais para difundir o catolicismo nos países não-católicos: ‘Congregatio de Propaganda Fide‘ (Congregação para Propagar a Fé), referida informalmente como a ‘Propaganda’. Logo o termo passou a ser usado para qualquer organização empenhada em difundir doutrinas religiosas ou políticas.

A propaganda de guerra e corporativa = É o que gera a manipulação, pois a guerra é o instrumento mais primordial de domínio sobre os humanos. A mídia corporativa com as multinacionais é a evolução da guerra: é dominar alguém sem gastos militares e quando necessário recorrer a guerra clássica esses elementos se fundem.

Manipulação das massas = É o ato de manipular o povo com determinadas técnicas.

Psychowars = É no processo de manipulação do povo o nome dado a batalha pela mente das pessoas.

Information war= Quando o adversário reage com sua mídia, se inicia esse processo.

Doutrinação = É a forma mais básica e primordial de manipulação das massas, é baseado na repetição demasiada de determinadas “pregações”.

Engenharia social = É a evolução da doutrinação (por isso no fluxograma a seta da E.Social é maior). Muitas vezes as pessoas não querem ser doutrinadas, então na engenharia social existem técnicas onde a pessoa é doutrinada sem saber.

Midiologia = É o nome dado ao estudo sistemático desses processos com suas técnicas.

Antigamente existia o jornalista, esse hoje não existe mais : deu lugar ao que se chama de “agente de transformação social” (ATS) ou “midiita”.



VII- Como controlar a mídia?

Um dos argumentos dos manipuladores para negar suas ações é a de que é impossível “dominar a mídia”, pois é isso que refutaremos abaixo.

Mídia é uma palavra singular e não dignifica muita coisa pois num mundo de quase 8 bilhões de pessoas nem 0.5% da humanidade trabalha na mídia (incluindo tv, cinema, jornais, sites oficiais etc), a mídia é algo minúsculo que está sendo chefiada por poucos com poucos funcionários.

O primeiro passo para dominar a mídia é criar uma agencia internacional de noticias com força, o Goebbels e a Alemanha criaram a Transocean, hoje em dia você tem a Reuters e afins. Essa agência vai distribuir as versões que determinado grupo deseja.

O segundo e principal passo é categorizar a mídia como um todo (tv, cinema, seriado, quadrinho e atualmente internet) para domina-la:

MÍDIA INIMIGA = Atacar essa mídia por todos os meios possíveis com processos na justiça contra eles, desinformações jogadas para confundi-los e também por meios econômicos : comprando algumas filiais dessa mídia ou até ela toda se possível.

MÍDIA INDEPENDENTE = São os que estão a meio caminho, os que não te apoiam completamente mais que são suscetíveis de infiltração, tanto pela compra de pessoas la dentro ou pressionando de alguma forma como chantagem.

MÍDIA INFILTRADA = São as partes da mídia facilmente manipuláveis mediante a compra de espaços publicitários ou fornecimento de informações gratuitas.

MÍDIA PRÓ = São os meios decididamente pró.Esse é o grupo mais importante, pois serão apoiados para que seu crescimento seja fortemente incentivados mediante subsídios econômicos direto para faze-los crescer e informações cuidadosamente selecionadas.Esses meios devem aumentar seu poder em todo lugar.

Com o passar do tempo a mídia inimiga enfraquece, a independente e infiltrada são controladas e a pró cresce a ponto de se destacar, tecnicamente falando você já está dominando a mídia.

VIII- Entenda o que é geração

Uma geração é 10 ou 15 anos, o mais usual é 10 anos. Isso significa que a cada 10 anos, os intelectuais da elite junto com o governo, serviço secreto e mídia mudarão os produtos,costumes e comportamentos para gerar o “choque de gerações” , isso vai criar duas vertentes na sociedade :

Jovem: Enxerga as gerações anteriores a ele como brega, ultrapassada,retrograda e careta.

Adulto: Enxerga as novas gerações como artificiais e sua geração como ideal , numa época que realmente era boa , gerando nostalgia.

Esse efeito é desejado pelos manipuladores pois passa a ideia ,para todas as pessoas, que sua geração é a ideal e a de que você é um vencedor, especial, gerando conformismo , o que é a meta.

Isso também indica que algo da agenda global que foi feito ,por exemplo, la em 1970 pode ser repetido aqui sem maiores problemas pois alguém que era consciente la e tinha por volta de 20 anos hoje tem 60 anos, e as pessoas que hoje tem 20/30 anos sequer eram nascidas lá. Essa pessoa de 60 anos vai perceber a desinformação repetida porém sendo apenas uma geração que está falando, não será ouvida.

Em fato ,vemos hoje desinformações estatais e midiáticas sendo repetidas gerações depois, é o caso das mentiras sobre guerras no Iraque, ebola , aquecimento global, gripe suína e etc.

IX- O poder da propaganda manipulativa das massas

Quando você ouve a palavra Alemanha ou alemão, o que vem a sua cabeça?

Supremacia, otimização, 7×1, resultado, trabalho, eficiência, competência, organização, resultado, planejamento,Schumacher, super-homem e etc.

Mais deixa eu te contar um pouco a historia do povo alemão:

Eles surgiram por volta do século 10 AC quando tribos teutônicas chegaram na atual Alemanha (germania).

O nome germânico era o nome da família do calígula.

Com o fim do Império Romano, em 476, são criados vários reinos germânicos, consolidados pelo imperador franco Carlos Magno somente entre 772 e 802 , Magno os converteu ao cristianismo.Desse período até o fim da idade média fizeram parte da “era das trevas” da Europa.

Em 1618, o alemão Lutero inicia “A Reforma Protestante” o que fragmenta a politica do país.

Então eles se envolveram em 4 grandes guerras : as guerras napoleônicas onde perderam, a guerra da Prússia onde venceram, a primeira guerra mundial onde perderam, deveram bilhões e foram lhe tiradas todas suas colônias e a segunda guerra mundial onde perderam.Depois disso foram ocupados por URSS/EUA e o país foi dividido.

Em 1989 a Alemanha foi reunificada, porém hoje é ocupada pelos EUA sionistas e sua politica é ditada pelo FMI-BIRD , sua força militar é feita pela OTAN, sua língua não está entre as 5 maiores do mundo , sua cultura e tradição são proibidas e taxadas de racismo e “antissemitismo”.

Agora deixa ver se eu entendi : os alemães viveram do século 10 AC até o fim da idade média, por volta de 1500 DC (num total de 2500 anos) como bárbaros tribais. Depois disso perderam 80% de suas guerras, tiveram o país dividido, e hoje são ocupados pelos EUA sionistas e sua cultura é proibida dentro do seu próprio país, é isso mesmo ? É.

Isso não é historia de um super-povo, ao contrario é historia de um povo derrotado, controlado, os árabes por exemplo que hoje possuem 23 países , possuem uma das maiores riquezas do mundo e sua língua está entre as 3 maiores do planeta são muito mais bem sucedidos que os alemães, porém achamos o árabe fracassado e o alemão um sucesso, da onde vem isso?

Vem desse cara ai:

Goebbels estudou com manipuladores judeus sionistas quando era jovem.Depois estudou Filosofia, Literatura, História, Artes e Línguas Clássicas em oito Universidades: Bona, Friburgo, Wurzburg, Colônia, Frankfurt, Munique e Berlim e tirou uma licença em Heidelberg em 1921.

Nos anos 20 arrumou emprego no partido nazista, em 1926 virou chefe de distrito do partido.Qualquer um que estuda sabe que o partido só chegou ao poder graças a propaganda do Goebbels.Em 1933 é nomeado ministro da propaganda da Alemanha, o cargo máximo que existia no país.

Foi com a propaganda do Goebbels, chamada depois de “propaganda nazista” que um país do tamanho de um estado brasileiro, com apenas 60 milhões de habitantes, falido e destruído na primeira guerra, quase conseguiu conquistar o mundo todo e terminar com o poder vigente na época (que vigora ate hoje).

Existiram grande manipuladores na idade média, na primeira guerra, nos EUA, como: Lippmann,Carl Jung, Edward Bernays, Harold Lasswell, e etc. O que Goebbels fez foi elevar o nível daquela manipulação a níveis jamais vistos, pois ele acreditava que a informação era a chave de tudo.

Seu primeiro ato foi controlar TODOS OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO, algo inédito na época, (hoje isso é comum), não havia um único gibi, filme ou cartaz na Alemanha que não passasse pela analise do Goebbels.

Goebbels foi aos poucos assumindo a propaganda da manipulação das massas, deixou manuais e frases:

A essência da propaganda é ganhar as pessoas para uma ideia de forma tão sincera, com tal vitalidade, que, no final, elas sucumbam a essa ideia completamente, de modo a nunca mais escaparem dela. A propaganda quer impregnar as pessoas com suas ideias. É claro que a propaganda tem um propósito. Contudo, este deve ser tão inteligente e virtuosamente escondido que aqueles que venham a ser influenciados por tal propósito nem o percebam.”

Toda a mentira é mais crível quanto maior for”.

Quer dizer então que quando a versão oficial diz que um “terrorista” esqueceu a carteira de identidade no carro(o que é uma historia escabrosa), isso não é um furo da versão e sim algo, que além de servir para culpar um laranja, é proposital ? Sim… é o que o Goebbels está ensinando. A mentira deve ser absurda, pois isso gera na pessoa a reação de que se fosse algo inventando seria mais perfeito, a mentira é crível quanto maior e mais absurda ela for.

Depois da 2ª guerra todo mundo “copiou” o Goebbels, a ideia que temos hoje do “ser loiro é ser bonito” com mulheres pintando o cabelo de loiro, homens querendo serem loiros, a ordem mundial atual é loira , a mídia atual “goebbliana” tudo vem dessa mesma propaganda, que foi em projeção de épocas a maior de todos os tempos.

Com esta propaganda, todo o conceito por mais absurdo que seja pode ser facilmente aceito pelas massas, inclusive como forma cultural:

X- Os 11 princípios de Goebbels

Esses princípios foram extraídos de manuscritos do Goebbels.

1. SIMPLIFICAÇÃO. Adotar uma única ideia, um único símbolo, um único inimigo. Individualizar o adversário em um único inimigo.

Ex: “Islã, Russia (na Guerra Fria), bruxas na Idade Média”.

2. MÉTODO DO CONTÁGIO. Reunir diversos adversários em uma só categoria, em uma soma individualizada.

Ex: “Todos os problemas do México não são oriundos de intervenções americanas,corrupção ou incompetência e sim culpa do narcotráfico de drogas.

3. TRANSPOSIÇÃO. Carregar sobre os adversários seus próprios erros e defeitos, respondendo ataque com ataque(você o acusa daquilo que ele está te acusando). Se não podes negar as más notícias, invente outras que as distraiam.

Ex: Repare que sempre quando israel ataca os palestinos, na mesma semana surge um false flag na mídia acusando algum árabe ou muçulmano , pra tirar a atenção do ataque sionista e justificá-lo.

Ex2: Tachar de violento, extremista e violador de liberdade os militantes que protestam contra as leis de restrição de liberdade civil impostas a força pelos governos e serviços secretos.

4. EXAGERAR E DESFIGURAR. Converter qualquer história, por menor que seja, em ameaça grave. Consiste em aumentar qualquer coisa considerada negativa do rival, por mais insignificante que seja.

Ex: “Deve-se se proibir o véu das muçulmanas, pois o islã tem um plano de dominação global onde todos usarão véu...”

5. VULGARIZAÇÃO. Toda propaganda deve ser popular, adaptando seu nível ao menos instruído dos indivíduos aos quais se dirija. Quanto maior a massa a convencer, menor o esforço mental a realizar. A capacidade receptiva das massas é limitada, sua compreensão escassa e tem grande facilidade para esquecer.

Ex: Não se deve dizer que ‘a politica territorial que o partido pretende é de que a nação seja menos coesa, esta descoesão terá graves consequências sociais e econômicas‘. No lugar disso você vai dizer ‘tal partido vai destruir a nação‘.

6. ORQUESTRAÇÃO. A propaganda deve limitar-se a um número pequeno de ideias e repeti-las incansavelmente, apresentando-as uma e outra vez, de diferentes perspectivas, mas sempre convergindo para o mesmo conceito, sem fissuras nem dúvidas.

Ex: É o princípio máximo do Goebbels que diz que ‘Uma mentira repetida mil vezes se torna uma verdade’. Na manipulação das massas é tudo orquestrado, tudo mentira, falso, manipulado, escondido, desde índices econômicos, a fotos e vídeos editados, false flags armados por serviços secretos, resultados de eventos esportivos e etc, tudo mentira repetida incessantemente.

7. RENOVAÇÃO. Emitir sempre, informações e argumentos novos a um ritmo tal que quando o adversário responda, o público já esteja interessado em outra coisa. Você não pode deixar a desinformação jogada e parada na mídia, ela tem de ser renovada com novos capítulos durante algum tempo.

Ex:

No dia 11 = é feito um false flag e são culpados árabes do oriente médio na mídia.

Você tem fazer a renovação para não deixar a desinformação parada,então:

No dia 12 = usando a mídia os serviços secretos acusam os árabes de enviarem veneno de rato em envelopes a determinadas embaixadas.

Então se pula 3 em 3 dias até completar uma duas semanas:

Dia 15 = aparece a mãe de uma das vítimas chorando na mídia.

Dia 18 = é feito uma marcha, um protesto contra os árabes

Dia 21 = é “achado” um ipod de um dos “suspeitos” com diversas musicas de marchas de guerra,mostrando que o acusado estava disposto a algo.

Dia 24 = uma “ex-namorada” de um “suspeito” afirma que ele batia nela e tentou estuprar sua prima mais nova.

Dia 31 = os serviços secretos afirmam que quebraram o sigilo telefônico de um dos suspeitos e mostraram na mídia uma “gravação do suspeito” onde ele diz no dia anterior ao ataque que estava muito nervoso.

Isso agora salta de 7 em 7 dias até completar mais 1 mês, depois de mês em mês até completar 1 ano. Antes disso, por volta do segundo mês você já lança uma nova desinformação na mídia.

No dia 20 (2 meses depois) = surge a doença do ‘cabrito maluco’ que está se alastrando por todo mundo…

8. VEROSSIMILHANÇA. Construir argumentos a partir de fontes diversas, através de informações fragmentárias. Ex: existiram terroristas reais no Oriente Médio, consequentemente fazer as massas acreditarem que o 911, Paris, Boston só podem ter sido eles, é fácil.

9. SILENCIAÇÃO. Encobrir as questões sobre as quais não tenha argumentos e dissimular as notícia que favorecem o adversário, contra-programando com a ajuda dos meios de comunicação afins. Ex: Um partido político fica em silêncio sobre um determinado sucesso que um partido rival conseguiu e em relação a corrupção que o seu próprio partido possui.

10. TRANSFUSÃO. A propaganda sempre opera a partir de um substrato preexistente, seja uma mitologia nacional, ou um complexo de ódios e preconceitos tradicionais. Trate de difundir argumentos que possam arraigar-se em atitudes primitivas.

Ex: islamofobia, a partir de uma série de false flags e culpa sem condenação em tribunais penais internacionais, a mídia sionista cria esse fenômeno, muita gente não aceita mais tem gente que acredita piamente, porque?

Porque, diferente do que diz a mídia, a islamofobia vem de muito tempo, em fato tem milênios. As cruzadas e inquisições foram originalmente criadas para destruir o islã, só depois que se espalhou contra outros grupos, mais de 15 milhões de livros islâmicos foram queimados na inquisição.Após isso, milhões de muçulmanos foram perseguidos nas guerras mundiais e guerra fria, ouve locais onde milhares de muçulmanos foram massacrados em poucos dias como em Sabra e Chatila (anos 80) e o massacre de Srebrenica (anos 90).

O que isso quer dizer? Quer dizer que a islamofobia é ensinada culturalmente em determinados locais e basta fazer a TRANSFUSÃO que as massas a aceitarão, por isso vira e meche a islamofobia estará na mão dos manipuladores sociais, desde a idade média tem sido assim, a islamofobia é mais do que os petrodólares, é na verdade a mais usual forma de controle social dos hemisférios “ocidentais” do planeta em tempos de crise.

11. UNANIMIDADE. Convencer a muita gente de que pensa “como todo mundo”, criando uma (falsa) impressão de unanimidade.

Ex: Com as repetições, as ideias básicas da manipulação são interiorizadas tão profundamente que convencem a maioria das pessoas de que todos estariam acreditando naquilo.
XI- Orson Welles: O realismo na midia

O jornalista Orson Welles possuía um programa de rádio na CBS (Columbia Broadcasting System) e já tinha feito grandes programas no rádio como o ‘The Shadow‘ (o sombra), o que o tornou o grande astro da mídia americana da época(anos 30).

Em 30 de outubro de 1938 , Welles revolucionou mais uma vez: levou ao ar a historia “The war of the world” mais não em forma de novelização, como era ‘o sombra’, mais como se fosse real : um programa de noticias do rádio da época, algo como hoje é o “Band News”, Welles criou o realismo na mídia.

Eu mesmo já ouvi toda essa historia em inglês várias vezes e posso garantir que parece uma notícia de radio de verdade.

A “notícia” acompanha a saga do repórter Carl phillips, que entrava no ar dentre uma hora ou outra, para dar realismo, Welles cortava para comerciais e como qualquer bom programa de rádio cortava também para música (Star Dust) de Ramon Raquello e sua orquestra direto do Hotel Park Plaza de New York.

Carl Phillips vai encontrar com o renomado astrônomo Professor Pierson para falar sobre observações de gases misteriosos na atmosfera de marte, na entrevista Pierson nega que seja qualquer coisa alarmante e se mostra cético. Mais a central da CBS recebe a notícia de que algo caiu numa fazenda a alguns quilômetros dalí (Grovers Mill). Carl e Pierson vão para o local de carro (existe o tempo de demora para eles chegarem lá).

No local, já cercado de pessoas e policiais, Carl Phillips entrevista o fazendeiro Mr. Wilmuth que quer mais aparecer do que relatar o ocorrido. Mais na fazenda está enterrado um casco de metal que sozinho começa a se levantar, gerando pânico no local, o objeto de metal ataca o local com um raio misterioso explodindo tudo (é possível ouvir as explosões e os gritos no fundo, é tudo muito real) enquanto Carl Phillips relata o ocorrido, ele tenta correr mais algo vem em sua direção e a transmissão corta, na mensagem clássica, abaixo traduzido:

CBS: Senhoras e senhores, devido as circunstâncias além do nosso controle, nós somos incapazes de continuar com a transmissão de Grovers Mill. Evidentemente existe alguma dificuldade com nosso campo de transmissão, nós iremos retornar o mais cedo possível.”

Dai já corta para o general americano Montgomery Smith e o secretário de estado americano que declaram LEI MARCIAL nos EUA e informam que o país esta sofrendo um ataque terrorista de marcianos….

Secretário de estado:

Cidadãos da nação: Eu não vou tentar esconder a gravidade da situação que enfrenta o país, nem a preocupação de nosso governo em proteger as vidas e as propriedades de seu povo. Entretanto, eu desejo que fique registrado em suas memórias – cidadãos comuns e oficiais públicos, todos vocês – a necessidade urgente de uma ação calma e engenhosa. Felizmente, esse formidável inimigo está ainda confinado numa área relativamente pequena, e nós podemos colocar nossa fé nas forças militares para mante-lo lá. Enquanto isso, colocando nossa fé em Deus, nós devemos continuar com o desempenho dos nossos deveres cada um e todos nós, de modo que nós possamos confrontar este adversário destrutivo como uma nação unida, corajosa e consagrada para a preservação da supremacia da raça humana sobre a Terra. Eu agradeço a vocês.”

Parece um discurso do Obama, Bush não é verdade? Os diretores da CBS avisam que estão passando o comando da emissora para facilitar o trabalho do exercito, também informam que Carl Phillips está morto e que seu corpo ESTA QUEIMADO e IRRECONHECIVEL (NÃO TEM CORPO !).

O Professor Pierson esta vivo e fala através de um link sem fio (que já existia na época) e confirma que realmente são alienígenas com grande tecnologia e tenta explicar cientificamente.

O resto é história… pois a essa hora milhares de americanos já estavam saindo de suas casas, em pânico, outros tentavam fugir, alguns achavam inclusive que isso poderia ser algo envolvendo alguma artimanha dos europeus ou URSS, o caos era geral.

Declara o site do nationalgeographic.com:

Ouvintes em panico encheram as ruas, se esconderam em porões e carregaram suas armas.

Orson Welles foi esperto pois pouco antes de começar o programa ele avisou rapidamente que aquilo era uma novelização, mais a maioria não ouviu, ou confundiu com algum outro programa,dessa forma ele não pôde ser acusado de nada.

Mais do que uma brincadeira Orson Welles quis mandar uma mensagem ao povo: pois ele como grande astro da época vivia no meio das elites, e passou isso pro povo. Três anos depois, Welles atacou de novo criando o clássico ‘Além do Cidadão Kane‘ onde novamente critica a manipulação na mídia. Antes disso tudo, em 1928, Welles escreveu o primeiro livro público a denunciar a ordem mundial e como a mídia é usada para isso, o clássico “The Open Conspiracy”.

O que Welles nos ensinou? Que não se trata só de marcianos não existirem: Carl Phillips, Professor Pierson, o fazendeiro Mr. Wilmuth, o general Montgomery Smith, o secretário de estado, a lei marcial, as naves invasoras eram tudo mentira! Nada existia, nem o cantor Ramon Raquello existiu (tem gente que até hoje que acha que ele existiu…rs) e foi tudo feito de um quartinho, nem dali os atores saíram…

Welles mostrou que na mídia é tudo mentira, TUDO e isto bate exatamente com o que o Goebbels vinha dizendo na Alemanha na mesma época.

A mídia recentemente quis dar o troco, segundo a mídia atual: “pouca gente acreditou em Welles” e que esse negocio todo de histeria é um “mito”. É o que esta tentando nos enganar a mídia (de novo) abaixo como vemos na noticia da BBC de Londres:

A mídia está tentando diminuir Welles e está criando a “mentira da mentira”, porém isso pode ser refutado com os testemunhos das pessoas da época, como com as noticias apavorantes do dia seguinte que saíram nos jornais americanos e que mostram que as pessoas acreditaram sim.

Nota importante: é que alem da critica a mídia, “The War of the Worlds” é um manual de guerra de informação pois lá estão o false flag, a regra de três (problema-reação-solução) e etc, reparem que a música que o cantor fictício Roquello canta chama-se STAR DUST que traduzido é POEIRA DAS ESTRELAS, como se ele tivesse predizendo o que viria a ocorrer, isso é chamado na manipulação de “fritura ou dessensibilização” da mesma forma que vemos hoje um filme ou desenho “anunciar” o que será feito pelas elites e aquilo ocorre logo em seguida.

XII- O que vem a seguir?

Ficou confirmado que a mídia mente e apenas é usada para manipular, segundo Marilena Chauí (filosofa e professora da USP): “A produção ideológica da ilusão social tem como finalidade fazer com que todas as classes sociais aceitem as condições em que vivem, julgando-as naturais, normais, corretas, justas, sem pretender transformá-las ou conhecê-las realmente, sem levar em conta que há uma contradição profunda entre as condições reais em que vivemos e as ideias”.

Esses “Princípios do Goebbels” como as denúncias de Welles, mostram técnicas antigas que estão sendo aperfeiçoadas dos anos 30 pra cá, é o que veremos num próximo tópico que será postado dentro de algum tempo.

Leia mais:

[VIDEO] As 11 Famílias Brasileiras que Detêm o Poder da Mídia















Fontes:
–  Blog Anti Nova Ordem Mundial: Introdução a Manipulação das Massas na Nova Ordem Mundial
Fórum Anti Nova Ordem Mundial: Introdução a manipulação das massas na ordem mundial
– National Geographic News: “War of the Worlds”: Behind the 1938 Radio Show Panic
– Sacred Texts: The War of the Worlds
– BBC: The Halloween myth of the War of the Worlds panic
– Arquivos da 2º Guerra – Plano para Dominar a América Latina (Youtube)
– Los 11 Principios de Goebbels (Youtube)
– GirafaMania: HISTÓRIA DA ALEMANHA
– World War: Paul Josef Goebbels
– Dicionário Etimológico: Origem da palavra Propaganda
– Originais World: Alerta – A Mídia manipula as Informações e controla a sua mente
– Dond West: Techniques of a Defined Propagandist: The War on Ideas
– EnergyGrid: Manipulation of The People — The Rudiments of Propaganda

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>