«

»

mar 21

Brasil Sedia Operação de Espionagem Americana da NSA

GD Star Rating
loading...

Via: The Real Agenda News

A Base faz parte do Programa Exploração de Redes de comunicação da NSA.

Às vezes, é necessário perguntar se fatos surpreendentes são realmente tão surpreendentes.

O Brasil tem sido sujeito da espionagem americana ao ponto de ser descoberto que as comunicações da atual presidente do Brasil, Dilma Rousseff, teriam sido espiadas pela a Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA) .

O governo do Brasil não demorou muito para manifestar a sua insatisfação com tal prática e Dilma inclusive cancelou uma visita oficial à Washington. O Brasil recusou-se a aceitar desculpas do governo americano e desde então as relações públicas entre os dois países não são muito boas.

No entanto, a espionagem deixa de ser tão surpreendente ao saber que o governo brasileiro hospeda uma base de espionagem americana no coração do país, na sua capital Brasília.

De acordo com um relatório recente publicado pela RT.com, cujo foco principal é a recusa em permitir que a Alemanha faça parte dos Five Eyes (Estados Unidos, Canadá, Grã-Bretanha, Austrália e Nova Zelândia), um grupo de cinco nações que espiam ativamente em nome do governo dos Estados Unidos, o Brasil é parte de uma rede de países que permite a existência de bases americanas cujo objetivo é ampliar o aparato de espionagem do governo do Presidente Barack Obama.

A rede de Bases de Espionagem da NSA está espalhada por todo o globo. O governo dos Estados Unidos e, mais especificamente, a NSA, negocia diferentes acordos com diferentes países e grupos de países separadamente e os coloca em três níveis segundo o a sua cooperação.

O primeiro nível é composto pelos Five Eyes, que fornecem ‘completa cooperação’ à NSA.

O segundo nível, identificado como de ‘Cooperação Focada’ inclui um total de 20 outras nações.

O terceiro grupo chamado de ‘Cooperação limitada’ é composto por países como a França, Israel, Índia e Paquistão.



Finalmente, o quarto grupo de ‘Cooperação Excepcional’ inclui países que os EUA considera como hostis aos seus interesses”, relata Electrospaces.net.

Muitos dos locais onde as Bases da NSA estão localizadas também têm outros fins. Por exemplo, eles servem como bases de operações para a Agência Central de Inteligência (CIA), Locais de Acesso por Cabo, Conexão con Terceiros e Centros Regionais, entre outros. A Base Espia CSC que funciona em Brasília, é chamada de Rede de Exploração de Comunicações ou CNE.

Mapa da rede de intercepção global da NSA

Locais como o de Brasília é o tipo de lugar em que a NSA cria cerca de 50.000 implantes em redes de computadores, como parte de suas operações de exploração de comunicações. “Essas operações são realizadas pela divisão altamente especializada e secreta da NSA chamada Tailored Operações Access (TAO)”, relata o site Electrospaces.net.

A partir dos documentos revelados pelo Edward Snowden, sabemos que as operações de acesso utilizam uma grande variedade de ferramentas de hacking sofisticados para obter acesso a redes de computadores estrangeiros. Por exemplo, eles operam uma rede de servidores de internet secreta, sob o nome FOXACID, que é usada para atrair o tráfego de objetivos, a fim de instalar software de espionagem em seus computadores”.

Sites web associados a este tipo de atividade estão localizados em lugares tais como como o CARBOY, Bude (Grã Bretanha), SOUNDER, Ayios Nikolaos (Chipre), – SNICK, near Seeb (Oman), SCAPEL, Nairobi (Kenya), STELLAR, Geraldton (Austrália), SHOAL BAY, Darwin (Austrália), IRONSAND, Nova Zelândia. Lugares menos conhecidos incluem sítes como CORALINE – Sabena Seca (Porto Rico), GARLICK Bad Aibling (Alemanha), SCAPEL – Nairobi (Kenya), and SHOAL BAY – Darwin (Austrália).

Leia mais:


 

Noam Chomsky: Edward Snowden é um Verdadeiro Patriota que Deve ser Honrado

Empresa Ameniza Roubo de ‘Senhas’ de Chips de Celular pela NSA









Fontes:
–  Blog Anti Nova Ordem Mundial: Brasil Sedia Operação de Espionagem Americana da NSA
The Real Agenda News: Brasil sedia Operação de Espionagem Americana
Electro Spaces: NSA’s global interception network

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>