«

»

fev 29

Rotulado de Anti-Semita, Diretor de Clip de Nicki Minaj Expõe Nova Ordem Mundial em Entrevista

GD Star Rating
loading...

 

Muitos na comunidade online mais sensíveis estão acusando o diretor do vídeo mais recente da artista de hip hop Nicki MinajOnly“, Jeff Osbourne, de promover o nazismo e o anti-semitismo em sua mais recente produção. Osbourne, no entanto, emitiu uma reprovação sobre a crítica, argumentando que, embora as imagens em seu vídeo “sejam todas típicas do nazismo”, sua intenção era usar o meio disponível a ele para destacar como os elementos da Nova Ordem Mundial têm tomado controle sobre a sociedade de hoje, citando o projeto MK-ULTRA, a ligação entre a família Bush e o 11 de setembro, e outros pontos surpreendentes.

A declaração de Osbourne endereçada aos críticos apareceu na Billboard.com. Citando os direitos consagrados na Primeira Emenda (direito de livre expressão), o diretor revela que ele está realmente bem ciente dos laços do governo dos EUA com o nazismo, o 11 de setembro e o programa secreto de pesquisa de controle mental MK UlLTRA do Exército, e diz que, na realidade, ele estava tentando ajudar a acordar o público.

A razão de eu não estar pedindo desculpas é porque nem eu e nem o vídeo são anti-semitas. Eu não posso me desculpar por algo que eu estou sendo falsamente acusado. O vídeo representa Young Money como um regime totalitário genérico, o qual leva imagens e símbolos de vários países e períodos, um dos quais é o nazismo. Como artista eu tenho dois espaços vazios para preencher. Em primeiro lugar, atender às demandas do cliente e dois, aplicar criativamente minha própria expressão, onde eu posso. A equipe de Young Money veio a mim com um conjunto de parâmetros os quais eles estabeleceram de forma exata – algo preto e branco, escuro, sinistro, com sugestões de imagens como no filme Sin City ou no desenho animado Metalocalypse.


A aplicação das imagens nazistas foi 100% minha. Se foi interpretado dessa forma pela sua equipe, eu não tenho ideia. Uma vez que nunca nos sentamos na mesma sala, nem tampouco eles perguntam se eu apliquei um significado oculto mais profundo. Eu simplesmente envio a eles o vídeo e eles rejeitam, aprovam ou solicitam alterações.

Eu tomei esta decisão criativa para mostrar a justaposição da forma mais emblemática do totalitarismo e as formas que ainda existem hoje, especificamente na política, o complexo militar-industrial, censura e monitoramento intenso e rastreamento dos nossos cidadãos. Não tem nada a ver com glorificar a Hitler ou o Holocausto. As pessoas pensam que é a banalização do Holocausto porque a música fala sobre sexo, mas eu não tenho nenhum controle sobre o conteúdo das letras. Eu tive uma oportunidade e um veículo para enviar a mensagem, que eu sabia que iria chegar a milhões de pessoas, e queria fazer uma declaração. O termo Nova Ordem Mundial não é apenas uma referência da inquieta cultura pop. Ele é muito real e era um termo usado pelo presidente George H.W. Bush, ironicamente 10 anos antes do dia 11/09.



Temos um governo que nos rastreia, nos monitora, tem programas dedicados ao controle de nossas mentes e testa doenças em nós, e ninguém faz perguntas. As pessoas não têm acesso a coisas como o MK-ULTRA, a Escola das Américas, o fato da família Bush ser a possuidora da Securacom, a qual estava no comando da segurança do World Trade Center, Aeroporto Dulles, e United Airlines. O fato de que em todas as guerras recentes, o líder da oposição trabalhou para a CIA. Não estou dizendo que eu sei de todos os fatos, mas as pessoas realmente pensam que não há mais na história? Olhe para o seu smartphone e cheire as malditas rosas, eu estou tentando ajudá-lo! As pessoas difamam os artistas pela utilização deste tipo de imagem em seu trabalho como se fossem parte do clube dos 1%. Acredite em mim, qualquer artista que tem células cerebrais sabe que não está no clube. Na minha opinião não é a glorificação, é um aviso subliminar porque você não pode dizer abertamente esses tipos de coisas. Eu? Eu não dou a mínima. Eu não tenho interesses corporativos, equipe de relações públicas ou imagem a manter.



Meu comentário sobre a Primeira Emenda foi em relação às pessoas que exigem que o vídeo seja removido, e não a sua interpretação do vídeo, a qual recebo abertamente, seja positiva ou negativa, porque esse é o ponto da arte”.

Aparentemente, ele é agora “anti-semita” por mostrar como a cultura americana desceu para o fascismo.

A estrela do cinema preto e branco Charlie Chaplin também zombou de Hitler e ridicularizou o nazismo em seu filme de 1940, intitulado “O Grande Ditador”, onde ele satirizou o quão era absurdo  todo o partido e o movimento nazista.

Mas numa época em que dizer a verdade tornou-se um ato revolucionário, é provável que o vídeo de Osbourne foi colocado de lado por introduzir políticas e ideias desafiando o establishment para os fans do hip-hop.

Leia mais:

Vídeo Bizarro de Miley Cyrus Filmado Enquanto Estava “Hospitalizada”, é na Verdade sobre MK-Ultra

MTV diz (em artigo irônico) que a Premiação VMA foi Controlada pelos Illluminati








[Documentário] O Hip Hop e a Maçonaria – A Criação da Cultura Maçônica











Fontes:
–  Blog Anti Nova Ordem Mundial: Rotulado de Anti-Semita, Diretor de Clip de Nicki Minaj Expõe Nova Ordem Mundial em Entrevista
Infowars: Are Nicki Minaj, her director and Charlie Chaplin anti-semitic? 
Billboard: Exclusive: Nicki Minaj’s ‘Only’ Director Says ‘Neither I Nor the Video Are Anti-Semitic’

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>