«

»

mai 10

[Parte 1] Diretor de Holywood John Robles Afirma que o Ataque de Boston foi uma Farsa (Falsa Bandeira)

GD Star Rating
loading...
Atores de crise, bombas de fumaça, sangue falso e literal ilusão eram parte do que era parte do foi o ataque terrorista de falsa bandeira chamado Atentando a Bomba da Maratona de Boston. Para quem viu as fotos e filmagens de sangue falso, artistas maquiados e “vítimas” sorrindo. Era óbvio que algo não estava certo. Para aqueles envolvidos no cinema as discrepâncias eram óbvias. Falamos com o famoso cineasta, produtor e diretor de Hollywood Nathan Folks sobre por que ele está certo o bombardeio da Maratona de Boston foi um ataques terroristas de falsa bandeira.

Produtor de Hollywood afirma que o bombardeio em Boston foi um “ataque de falsa bandeira”

Olá, este é John Robles. Estou falando com o Nathan Folks, ele é um conhecido diretor e produtor de filme e TV.

Robles: Olá senhor.

Folks: Oi, como vai você?

Robles: Eu estou muito bem. Como você está?

Folks: Muito bom.

Robles: É bom ouvir isto especialmente depois de tudo que você já passou. Agora a sua história já vem de longe. Tudo começou com a bomba da maratona de Boston. Você poderia contar aos nossos ouvintes um pouco sobre o que você sabe sobre este “evento” e o que lhe aconteceu desde então.

Folks: Em 2013 eu estava assistindo o desenrolar dos acontecimentos e como produtor, você pode identificar coisas muito específicas que não parecem certas. E eu comecei a perceber que estamos assistindo a mais um evento de falsa bandeira se desdobrar. E como eu comecei a juntar as peças, percebi que estamos diante de um ambiente que está a tentar criar um fator medo na mídia. E o fator medo é para nos manter em estado de terror e para nos manter com medo enquanto puderem.

E os eventos que eu conheço serem verdade, incluindo o tal “herói de Boston” ter sido uma pessoa no meu último filme “A acusação de um presidente americano” e sua esposa, eu comecei a reconhecer que este não era um evento que estava em tudo 100% real.

Robles: E sobre este herói da maratona de Boston? Qual era o papel dele?

Folks: Ele é realmente um pai que perdeu um filho na Guerra do Iraque e ele fazia parte do nosso filme e parte do movimento, você sabe, para expor a verdade sobre o Iraque e falar sobre as coisas que a administração Bush fez durante esses anos de sua administração.

E eu fiquei impressionado com o fato de que ele estava sendo usado essencialmente para atuar nesse ambiente falso, esta cena de hiper-realidade de um ato de terrorismo que nunca aconteceu.

Robles: Agora, você poderia nos dizer três coisas se você puder. Você usou o termo ” hiper-realidade” o que é isso e como ele é usado? E o que é um “Ator de Crise”? Muitas pessoas podem não saber ainda o que é. E se você puder, detalhe para os ouvintes algumas das coisas que você viu, tanto quanto telas sendo colocadas como para os falsos palcos a serem criados onde as imagens foram filmados e coisas assim?

Folks: Vou começar dizendo que se houvesse uma lesão ou uma morte no evento que se desenrolou o meu coração iria estar com as famílias. Mas a partir das pessoas que eu conheço que estavam envolvidos, desde as pessoas que estavam nas cenas que chamamos de Cinema de Hyper-Reality, que é uma coisa muito comum que se faz nas forças armadas.

É onde cineastas, ou pessoas, criam uma cena de hiper-realidade, de modo que os militares podem ser bem ajustados a uma cena real no Iraque ou qualquer outro tipo de zona de guerra.

Este é o lugar onde essas pessoas são realmente capazes de ver, sentir e ajudar o que eles acham que é uma pessoa real ferida que é realmente apenas um amputado que está no papel de um ator de crise, e (neste caso) um ator de crise sendo alguém que perderam os seus membros, mas um maquiador é capaz de reencenar a cena sangrenta “sem perna estourada” e esta cena de hiper-realidade, de modo que quando estamos no local, eles realmente veem e sentem como se eles estivessem em uma zona de guerra.

E eu vi isto acontecer nas ruas de Boston e penso: como eles foram capazes de se sairem desta sem problemas? E dois : observando as edições e a suposta televisão ao vivo que estávamos vendo, não era “ao vivo” de forma alguma, tudo foi editado.

Robles: Como você sabe? O que você viu? Quais foram as pistas que você viu?

Folks: Bem, havia um monte de coisas. Em imagens ao vivo que você não vê cortes. Você sabe, o corte de uma cena para outra e em imagens ao vivo você não tem, especialmente agora, isso não foi é tecnologia HD de 2013, isso foi em tecnologia antiga, de 2002, porque é granulada e você não pode ver a parte editada bem.

Como cineasta isto seria o que eu faria se eu estava tentando reviver algo assim e…

Robles: Eu sinto muito. Você pode ser mais específico? Eu não entendi muito bem isso. Por isso, foi feito usando a tecnologia antiga?

Folks: foi usada uma tecnologia mais antiga que é granulada. Então você não pode ver a própria verdadeira qualidade HD e você está assistindo… como se você olhasse para trás em qualquer filmagem de idade a partir de início de 2000 ou até a década de 1990, é muito granulado e quando você está assistindo na televisão uma nova tecnologia mais recente de plasma e HD e qualquer tipo de nova tecnologia, você pode ver que ele foi editado.

Robles: Então estações de televisão na época, eles estavam usando a tecnologia moderna ?

Folks: Eles estavam definitivamente, utilizando tecnologia moderna no ano passado. É só quando você vê fotos de 2013 que estavam em HD e então você olha para clips e cortes de filmagens de televisão, é muito óbvio que foi usado de propósito.

Robles: Você pode nos contar um pouco sobre algumas das cenas. Eu tenho certeza que um monte de pessoas que estavam interessados no que realmente aconteceu viram algumas das fotos, por exemplo: o amputado com paus aparentemente saindo de suas pernas ou algo assim, e sangue que parecia pintura, quero dizer, eu já vi sangue, eu trabalhei em um hospital, eu sei como o sangue se parece, é escuro, é vermelho acastanhado e (no ataque) aparece essa tinta vermelha brilhante. Você pode nos falar sobre isso?

Folks: eu acho que uma situação ainda mais óbvia é esta: você tem suas pernas arrancadas você não estará indo para a frente de milhões de pessoas celebrando em Boston em um jogo de hóquei ou qualquer tipo de arena. Eu acho que o impacto emocional de perder as pernas provavelmente, iria mantê-lo longe dos olhos do público durante pelo menos um ano. E esse foi o maior exemplo óbvio para mim, mas tanto quanto qualquer um que tenha sido paramédicos ou na enfermagem saberia, que se você tiver suas pernas arrancadas, você não poderia se mover.

Se as quedas de alguém aqui em Wilshire, apenas cair, irão lhe dizer para não se mover, eles não devem movê-los. Eles poderiam ter quebrado um osso ou um pescoço; suas colunas poderiam ser deslocadas. Você não deve movê-los e você certamente não deve colocá-los em uma cadeira de rodas e sair correndo empurrando pela rua.

E levando isso para um nível cômico totalmente diferente é o fato de que eles pensam que todos nós caímos nesta farsa, e que todos nós vamos sentar aqui e ver isso acontecer de novo e de novo, você sabe, eles têm outra coisa por vir. É por isso que uni forças com a Worldwide Wave of Action (Onda Mundial de Ação), porque você sabe; a verdade tem que ser exposta. E as pessoas não estão vão ficar sentadas vendo eles fazerem chacota de todos nós.

Todo mundo ao redor do planeta sabe que o bombardeio em Boston foi uma piada; todos nos EUA têm sido alimentados de mentiras e mentiras após mentiras e isto iniciou em 11 de setembro e não parou.

Robles: Você pode nos dizer… você me enviou algumas fotos dessas telas que você realmente pode ver a estrada como se “movendo”, que era como um espelho ou algo assim. Você pode nos falar sobre isso?

Folks: Você quer dizer, tanto quanto o 3D… a tela verde que eles usaram no bombardeio em Boston?

Robles: Sim, você pode detalhar tudo isso?

Folks: Pelo que eu entendo, eles… parece-me que eles usaram uma segunda rua, a fim de reencenar a cena, de novo e de novo, para fazer direito e usando usando Tela Verde (Chroma key) eles foram capazes de mostrar os edifícios que eram realmente na Boylston Street e quando você usa uma tela verde, é muito parecido com Titanic. No filme Titanic, em 1997, estamos assistindo o filme e estamos assistindo a esse navio afundar, estamos assistindo a água encher dentro do navio e nós vemos pessoas caindo para fora do navio. Isso, obviamente, não aconteceu na vida real, estamos assistindo na tela verde. Eles estão colocando uma camada digitais por trás da tela de pessoas reais em ação. E nós estamos assistindo a um barco afundando atrás e isso é o que eles fizeram neste exemplo.

Só que eles fizeram isso na televisão. Estamos assistindo a tela verde na televisão para reencenar a cena de rua que aconteceram de verdade, mas apenas uma bomba de fumaça, mas quando eles reencenaram as pessoas que foram feridas tiveram que adicionar o sangue e os amputados e receberem maquiagem.

Você pode ver a pessoa colocando maquiagem nessas pessoas toda a cena; Eu a chamo de “The Woman in Pink” (A Mulher de Rosa). Ela literalmente tem uma bolsa de maquiagem e ela está indo em cada vítima, ela não está ajudando! Ela está colocando maquiagem neles!

A “Mulher de Rosa”

Então, sinto muito, eu não estou enganado, e eu não vou deixar todo mundo ser enganado. Alguém tem que falar contra isto. E eles podem me seguir, eles podem fazer o que quiserem, mas no final do dia, a verdade tem que ser exposta em algum momento. Eles não podem mais se dar bem com isto.

Robles: Agora por favor nos diga, você foi perseguido, você já passou por um inferno, eu não consigo pensar em outra maneira de colocá-lo. Se eu puder dizer aos nossos ouvintes: você me contactou logo depois que aconteceu e depois disso um monte de coisas terríveis começaram a acontecer com você. Você pode nos contar algumas dessas coisas?

Folks: Bem, obviamente, você não pode provar nada, porque eu estava muito doente. Eu nunca estive doente na minha vida, eu nunca estive no hospital, mas nos dias após este evento e nas semanas após este evento e de eu falar sobre isso, eu fiquei no hospital por um total de 22 dias, ao longo de três meses.

E os médicos realmente não conseguiam determinar o que era e eu não podia reter água, eu não conseguia reter comida, foi algum tipo de veneno.

Eu não posso dizer com certeza que eu fui envenenado por alguém, mas eu posso dizer que eu tinha algum tipo de veneno que quase me matou.

E isso me tomou bons 3 a 6 meses para me reabilitar e voltar aos meus pés e eu pensei que se eles estão tentando me assustar ou eles estão tentando evitar com que eu fale, então foi uma boa tentativa, mas não funcionou.

Robles: Você poderia nos dizer o que aconteceu com algumas outras pessoas? Havia um cara, ele escreveu um artigo, você disse, questionando a realidade do ataque da Maratona de Boston. E você me falou de algumas outras pessoas que tinham ficado doentes também.

Folks: Sim, há um cavalheiro que mantém um site chamado “Natural News” e ele estava expondo exemplos muito semelhantes aos meus durante esse tempo. E só agora descobri que eles escreveram um artigo sobre como ele ficou doente com a comida, ele fala sobre isso. E tiraram o seu artigo e reescreveram ele na terceira pessoa.

E eu não sei se ele ainda é capaz de falar, mas eu sei que depois de encontrar alguns desses exemplos de pessoas que estavam expondo os fatos ao mesmo tempo que eu, que eles estavam doentes e envenenados também, me faz perceber que algo está acontecendo.

Robles: Quando você estava no hospital, você também me disse algumas outras pessoas próximas a você… (você pode falar sobre isso?) que havia algumas outras pessoas que você soube que ficaram doentes.

Folks: Sim, eu não acho que eu posso entrar em detalhes, mas houve várias outras pessoas que tinham ficado doentes, e que parece ser parte do que estava expondo. Qualquer um que falou sobre isso, ficou doente ou desapareceu.

Robles: Quantas pessoas desapareceram, desde então?

Folks: Bem, eu posso dizer que todo mundo que reagiu a este bombardeio de Boston, os milhões e milhões de pessoas que divulgaram nos websites, sobre a cena e sobre a situação, essencialmente, foram silenciados porque não havia uma palavra sobre o assunto este ano. E isso só me dá mais de uma noção reconfortante que foi silenciado por alguém que teria feito algo para o povo que expôs sobre isso…

Robles: Você disse que a Internet antes de começarmos, você disse que sua Internet foi derrubada nos EUA, algum bloqueio ou algo assim…

Folks: Eu quero dizer, coisas estranhas como em um dia, eu tenho um Internet Verizon Wireless  e em um dia mais de 200 GB foi tirado de meu serviço, com uma cobrança de 3.500 dólares em um período de 24 horas. E então, quando entro em contato com a Verizon dizendo que obviamente não é algo que eu fiz, eles me ignoram e dizem que eu tenho que pagar se eu quiser o meu serviço novamente. Assim, não são muitas pessoas que querem pagar 3.500 dólares sem nenhuma razão.

Obviamente, eu nunca liguei a Internet. Tenho estado trabalhando em diferentes tipos de Internet em telefones diferentes, mas foi criada uma situação que eu faria o desligamento. Era um aviso, provavelmente, de algum tipo. Foi assim que eu iria parar de falar sobre as coisas sobre as quais eu tenho conhecimento.

Robles: Você me deu um bom exemplo sobre o ataque de falsa bandeira de Boston, se alguém fez uma pesquisa no Google. Você pode nos contar sobre essa falsa bomba?

Folks: Sim, é apenas que ninguém está falando sobre o bombardeio de Boston. Não há ninguém falando de ataques de falsa bandeira. E neste país nossas pesquisas na web parecem ser completamente apagadas. Você sabe, durante esse tempo eu baixei tudo o que sabia e tudo o que vi no meu disco rígido e o fato de que tudo isso desapareceu e eu tenho no meu disco rígido.

Robles: Tudo desapareceu?

Folks: Alguém está tentando fazer estas informações desaparecerem. Foi muito ruim; quem quer que estava no comando da campanha do bombardeio de Boston fez um trabalho muito ruim. Eles precisam consultar com alguns produtores reais de Hollywood se eles vão fazer algo assim novamente e talvez se certificar de que eles não enganar a nação durante este processo, porque isso é um absurdo.

Robles: Eles não são muito criativos em fazer a mesma coisa de novo e de novo e de novo.

Folks: Eles continuam se dando bem com isto, eles estão se acostumando a se darem bem e eles estão ficando desleixados e eventualmente, como a Worldwide Wave of Action é capaz de expor a verdade mais e mais, eu acho que nós estamos indo acabar com este mal que agora está assumindo os EUA e está tentando manter as pessoas com medo e usando técnicas amedrontadora em nossos meios de comunicação.

CNN e FOX e todas essas fontes de mídia não estão mais dizendo a verdade. Eles estão mais interessados ​​em falar mais sobre artistas como Justin Bieber e Lindsay Lohan vão para a cadeia do que a guerra potencial na Crimeia.

Quero dizer, isso é, nem me deixe começar a falar sobre isto porque eu acho que todos nós sabemos quem está por trás da provocação dessa situação.

Então isto está apenas se tornando evidente e mesmo que as pessoas não estejam falando sobre isso, porque eles estão assustadas ou porque eles estão com medo de se exporem e falar sobre isso.

Este é o nosso tempo de reviver os anos 60, este é o tempo da minha geração de se levantar e dizer “Não!”

E nós não vamos sentar aqui e sermos envenenados e enganados e ouvirmos essencialmente esta “porcaria ” que eles estão alimentando em nossos meios de comunicação, isso não vai acontecer mais. Temos que nos levantar e fazer uma mudança.

Este é John Robles, você estava ouvindo uma entrevista com Nathan Folks, ele é um conhecido diretor e produtor de filme e TV. Ele também é o organizador do Worldwide Wave of Action. Você pode encontrar o resto desta entrevista em nosso site voiceofrussia.com.

—————————————-

 

Desde o “atentado” o Blog Anti-NOM tem divulgado muitas das informações suspeitas e contraditórias apresentadas pela mídia. Neste link você pode visualizá-las. Realmente, assim como no 11 de setembro, ficaram inúmeras perguntas não respondidas e fatos altamente suspeitos. Entretanto, sou um pouco cético sobre a história do envenenamento e do seu gasto de internet terem relação com o fato dele estar questionando a versão oficial dos acontecimentos da Maratona de Boston. Embora também não duvide totalmente que exista relação.

Fontes:

– Rádio The Voice of Russia: Hollywood producer claims Boston bombing was a “false flag attack”

Arquivo de áudio com a entrevista

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>