«

»

mai 18

[ESTUDO] Químicos Presentes em Pasta de Dente, Protetor Solar e Sabonete Podem Causar Infertilidade

GD Star Rating
loading...

Químicos Presentes em Pasta de Dente Protetor Solar e Sabonete Podem Causar Infertilidade NN
Notícias Naturais

 

Produtos químicos encontrados em itens de uso cotidiano, como pasta de dente, sabonete e protetor solar, além de brinquedos de plástico, estão causando infertilidade em homens, aponta uma nova pesquisa da Universidade de Copenhague, na Dinamarca. Eles alterariam padrões de comportamento dos espermatozoides e dificultariam sua penetração no óvulo.

Os cientistas sustentam que esse foi o primeiro estudo a comprovar o efeito de substâncias artificiais na fertilidade masculina. Segundo eles, um em cada três produtos químicos encontrados em itens de uso doméstico afetam o comportamento dos espermatozoides.

— Pela primeira vez conseguimos mostrar uma ligação direta entre a exposição aos desreguladores endócrinos de produtos industriais e os efeitos adversos na função do espermatozoide humano — disse Niels Skakkebaek, professor do hospital da Universidade de Copenhague, ao “Independent”.

Centenas de milhares de produtos químicos podem ser rapidamente testados em relação ao seu potencial de interferir com a função do esperma humano usando o bioensaio desenvolvido pelos pesquisadores. Neste estudo inicial, cerca de uma centena de produtos químicos foram testados. Cerca de um terço dos produtos químicos, incluindo filtros ultra-violetas como o 4-MBC (4-Metilbenzilideno Cânfora) utilizado em alguns filtros solares, o agente anti-bacteriano Triclosan usado no creme dental, e Ftalato de dibutilo (DnBP), usado em plásticos de celulose, filme para uso em alimentos, adesivos, perfumes e também em cosméticos como esmaltes de unhas, xampu protetor solar.

Os cientistas analisaram o impacto destes produtos químicos no canal iônico CatSper, um canal de cálcio que controla a motilidade do esperma. Eles mostraram que desreguladores endócrinos – aplicados em concentrações medidas em fluidos corporais – abrem diretamente o CatSper, e assim aumentam os níveis de cálcio no esperma, mudando seu comportamento de natação, e desencadeando a liberação de enzimas digestivas que ajudam o esperma para romper a camada de revestimento do óvulo. Além disso, disruptores endócrinos tornam o esperma menos sensível para a progesterona e prostaglandinas – dois importantes hormônios liberados por células ao redor do óvulo. Por fim, os autores observaram que, em misturas de baixa dosagem, os produtos químicos cooperar para elevar os níveis de cálcio no esperma.

Os cientistas acreditam também terem conseguido mostrar que existe um “efeito coquetel”, quando várias substâncias trabalharam juntas para afetar a fertilidade.

Na minha opinião, os nossos resultados mostram claramente que devemos nos preocupar, já que alguns desreguladores endócrinos são possivelmente mais perigosos do que se pensava anteriormente. No entanto, vamos ver em estudos clínicos futuros se os nossos resultados podem explicar a redução da fertilidade em casais, muito comum na sociedade moderna.

Em artigo publicado na revista da Organização Europeia de Biologia Molecular (Embo, na sigla em inglês), Skakkebaek afirma ter desenvolvido uma nova maneira de testar o impacto desses produtos químicos no esperma humano. Segundo ele, isso vai permitir que as autoridades regulatórias decidam quando proibir ou restringir o uso de determinados produtos.

A pesquisa foi parte de uma investigação mais ampla sobre os chamados desreguladores endócrinos, produtos químicos que há vários anos têm sido associados com a diminuição do número de espermatozoides e a infertilidade masculina.

Cerca de 30 dos 96 produtos químicos encontrados em manufaturados de uso doméstico apresentaram efeito direto sobre uma proteína do espermatozoide, que controla a sua capacidade motora e a liberação da enzima que auxilia a sua penetração no óvulo.

Em fluidos do corpo humano, não se encontra alguns poucos produtos químicos particulares, mas um coquetel de químicos bastante complexo, com muitas substâncias de desregulação endócrina diferentes e em concentrações muito baixas. Nós tentamos imitar essa situação em nossas experiências — contou Timo Strünker, outro autor da pesquisa. — Quando misturados os produtos do coquetel, apesar da concentração extremamente baixa de seus ingredientes, provoca grandes e consideráveis respostas ​​no esperma. Assim, as misturas (químicas) complexas cooperam para interferir na função do esperma. Isto não havia sido mostrado anteriormente.

Alguns pesquisadores acreditam que esses produtos químicos imitam o hormônio sexual feminino, estrogênio, ou, em alguns casos, inibem o androgênio, um dos hormônios sexuais masculinos.

Os desreguladores endócrinos são consumidos em larga escala ao redor do mundo, seja pela ingestão de alimentos e bebidas contaminados com eles ou pela absorção através da pele, no caso do protetor solar e do sabão.

Leia mais:


ESTUDO: BPA (Bisfenol A) Deixa Ratos Afeminados








Dr. Rey – Renomado Cirurgião Plástico faz Declarações Surpreendentes sobre o Sol, Protetor Solar e BPA (ÁUDIO)








Como Fazer em Casa sua Própria Pasta de Dente Natural











Fontes:
Blog Anti Nova Ordem Mundial: [ESTUDO] Químicos Presentes em Pasta de Dente, Protetor Solar e Sabonete Podem Causar Infertilidade
–  Notícias Naturais: Químicos Presentes em Pasta de Dente, Protetor Solar e Sabonete Podem Causar Infertilidade

O Globo: Químicos presentes em pasta de dente, protetor solar e sabonete podem causar infertilidade

EMBO: Endocrine disruptors impair human sperm function

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>