«

»

abr 07

Como Detectar um Psicopata?

GD Star Rating
loading...

Então, quantos psicopatas há em sua vida? Escrevendo para o Telegraph, Tom Chivers diz: “Nós pensamos em psicopatas como assassinos, párias que não se encaixam na sociedade. Mas, como diz o cientista que passou sua vida os estudando, você poderia ter um psicopata como um colega, um amigo, ou até mesmo um cônjuge“:

Há algumas coisas que nós tomamos por certo em interações sociais com as pessoas. Presumimos que vemos o mundo aproximadamente da mesma forma, que todos nós conhecemos alguns fatos básicos, que as palavras significam a mesma coisa para você como elas significam para mim. E presumimos que temos ideias muito semelhantes do certo e errado.

Mas para uma pequeno – mas não tão pequeno – subconjunto da população, as coisas são muito diferentes. Essas pessoas não têm remorso e empatia e sentem emoção apenas superficialmente. Em casos extremos, eles podem não se importar se você vive ou morre. Estas pessoas são chamadas psicopatas. Alguns deles são criminosos violento e assassinos. Mas não todos.

O professor Robert Hare é um psicólogo criminal, e o criador do PCL-R, uma avaliação psicológica para determinar se alguém é um psicopata. Durante décadas, ele estudou pessoas com psicopatia, e trabalhou com elas nas prisões e em outros lugares. “Isso me surpreende, tanto como me surpreendeu quando eu comecei há 40 anos, que é possível existir pessoas que são tão emocionalmente desconectadas que possam funcionar como se as outras pessoas fossem objetos a serem manipulados e destruídos sem qualquer preocupação“, diz ele.

Nossa compreensão do cérebro ainda está em sua infância, e não é de tantas décadas, desde que distúrbios psicológicos sejam vistos como falhas de caráter. Lentamente, estamos aprendendo a pensar em doenças mentais como doenças, como a doença renal ou hepática, e distúrbios do desenvolvimento, como o autismo de uma forma similar. A psicopatia desafia essa visão. “Um psicopata de alta pontuação vê o mundo de uma maneira muito diferente“, diz Hare. “É como uma pessoa daltônica que tenta compreender a cor vermelha, mas, neste caso, ‘vermelho’ são as emoções de outras pessoas.

No fundo, o teste de Hare é simples: uma lista de 20 critérios, cada um recebe uma pontuação de 0 (se ele não se aplica à pessoa), 1 (se aplica parcialmente) ou 2 (se ele se aplica totalmente). A lista completa está abaixo:

* eloquência e charme superficial;

* senso grandioso de autoestima;

* mentira patológica;

* astúcia / manipulador;

* falta de remorso;

* superficialidade emocional;

* insensibilidade e falta de empatia;

* falta de vontade de aceitar a responsabilidade por ações;

* uma tendência ao tédio;

* um estilo de vida parasitária;

* a falta de metas realistas de longo prazo;

* impulsividade;

* irresponsabilidade;

* falta de controle de comportamento;

* problemas de comportamento no início da vida;

* delinquência juvenil;

* versatilidade criminal;

* uma história de “revogação de liberdade condicional” (ou seja, quebra de palavra de honra);

* múltiplos casamentos e comportamento sexual promíscuo.

Um psicopata prototípico puro marcaria 40 pontos…

——————————–

Nota Blog Anti-NOM:  posso estar enganado ou talvez apenas seja apenas mais uma forma da psiquiatria vender mais uns remedinhos tarja-preta.

Fontes:

– Disinformation: How To Spot A Psychopath

– The Telegraph: Psychopaths: how can you spot one?

Artigos relacionados:

1 comentário

  1. Flávio Gonçalves

    Tive 30, se acreditasse em psicologia e psiquiatria provavelmente marcava uma consulta.

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>