«

»

mar 17

Biotecnologia – Busca Formas de Fazer as Pessoas Sofrerem Eternamente

GD Star Rating
loading...

Se houver qualquer pergunta crucial sobre o complexo de Deus com a qual alguns cientistas estão aflitos, ela é respondida com esta última notícia. A prestigiada Universidade de Oxford da Inglaterra tem sido o local de pesquisa contínua sobre a tecnologia de extensão da vida usando vários métodos, um dos quais inclui uma droga que pode alterar o sentido de tempo de uma pessoa, a fim de criar, literalmente, um sentimento de condenação eterna.

Um artigo recente que discute o trabalho da Dra. Rebecca Roache abre com uma linha: “Sentenciar um criminoso a 1.000 anos de um inferno artificial pode um dia se tornar uma realidade.” E, de acordo com os pesquisadores, esse dia pode estar próximo.

Incrivelmente, esta pesquisa está sendo defendida por um doutor em filosofia na Universidade de Oxford, que é parte de seu blog oficial chamado Practical Ethics.

A extensão da vida em si é um tema controverso. A era dos ciborgues e do transhumanismo está se aproximando rapidamente, como veremos em breve chegar ao ponto teórico da Singularity antes de 2045, quando a inteligência da máquina está prevista para ultrapassar a dos humanos. As tendências atuais em direção a sistemas autônomos de guerra e o avanço da inteligência artificial estão se inclinando para um futuro distópico. Ela levou especialistas em ética e de organizações internacionais de direitos humanos a estimular uma contenção. A pesquisa que está sendo realizada em Oxford é susceptível de provocar uma nova onda de indignação com as possibilidades que estão sendo consideradas.

A Dra. Rebecca Roache e sua equipe de pesquisa em Oxford, aparentemente, procuram corrigir as insuficiências da sentença aplicada a maioria dos criminosos hediondos. O principal exemplo dado é o de pais enlouquecidos de um menino de quatro anos de idade que eles terrivelmente torturaram e mataram – ambos receberam 30 anos; uma sentença “ridiculamente irrisória” na opinião da Dra. Roache.

Se somente um tivesse o poder de equilibrar a balança , talvez para infligir sofrimento infinito e dor ….

A tecnologia pode ter a resposta, como o Dra. Roache já havia resumido em seu artigo, “Punição aprimorada: a tecnologia pode fazer penas de prisão perpétua mais longas?” Tecnologia como aprimoramento de vida,  transferência de consciência, alteração de duração da percepção, e agentes penitenciários robôs integrando vários círculos de potencial tormento infernal na terra para aqueles considerados merecedores do mesmo.

A tecnologia, então oferece (ou vai oferecer um dia) possibilidades inexploradas para constituir punição para os piores criminosos mais graves, sem recorrer a métodos desumanos ou reformar substancialmente o atual sistema jurídico do Reino Unido. O que constitui um tratamento humano no contexto das sugestões que eu tenho feito, é claro, discutível. Mas eu acredito que é uma questão que vale a pena debater.

Suas sugestões são de fato discutíveis. Na verdade, os negativos extremos em torno das tecnologias de guerra e de controle da mente, muitas vezes ofuscam os grandes benefícios que a tecnologia pode oferecer. Em segundo lugar, o atual sistema de justiça criminal, especialmente nos EUA, já está repleto de casos de extrema injustiça e tortura. No entanto, Dra. Roache avança aparentemente confortável com os governos que toleram métodos futuristas de punição a serem impostos como os agentes penitenciários entenderem.

Dr. Roache sugere que as drogas psicoativas que distorcem o sentido de tempo poderiam ser mais precisamente desenvolvidas e administradas dentro do sistema prisional. Tal distorção poderia, teoricamente, levar um prisioneiro a se sentir como se eles fossem condenados ao tormento eterno.

Enquanto eu estava lendo, eu só conseguia pensar: “E se um tirano ou casos do tipo sádico obtiver este tipo de poder? Isto parece algo saído de uma experiência nazista ou Abu Ghraib.”

Então eu rolei a barra mais abaixo no artigo do Daily Mail onde eu encontrei o rosto de Adolf Hitler. Finalmente, pensei, alguém vai introduzir bom senso nessa discussão, mostrando o quão perigosa essa linha de pensamento é realmente.

Eu estava enganado. Em vez disso, Hitler serve como o melhor exemplo do por que precisamos prolongar a vida … para que possamos torturar as pessoas para a eternidade!

Introduza o supercomputador – ferramenta favorita dos transhumanistas para buscar a imortalidade. O futurista e diretor na divisão de engenharia do Google, Ray Kurzweil, (embora recentemente se divorciou do termo “transhumanismo”) afirmou que o objetivo concreto é usar nanobots de DNA para conectar a mente das pessoas diretamente para o armazenamento em nuvem. Esta nova mente computadorizada também pode ser distorcida, de acordo com a Dra. Roache, já que a mente carregada poderia ser acelerada ou retardada.

Em um apelo final à prática – você sabe, se torturar alguém infinitamente não é psicologicamente gratificante para você – pense nas economias para o contribuinte! Embora seja um pouco irônico, pois o artigo também menciona bilhões de dólares sendo investidos neste tipo de pesquisa.

Isto, obviamente, seria muito mais barato para o contribuinte do que estender a expectativa de vida dos criminosos possibilitando-lhes servir 1.000 anos em tempo real“, disse a Dra. Roache.

Em uma ironia final, a Dra. Roache sugere que tais punições extremas teriam que ser reservadas apenas para os criminosos mais extremos ou ameaça criminosa.

Suponha que houvesse algum experimento de física que mantivesse uma boa chance de gerar um buraco negro que poderia destruir o planeta e todas as gerações futuras“, disse a Dra. Roache.

Se alguém deliberadamente criar uma experiência como essa, eu poderia ver que tipo de supercrime que justifique uma sentença eterna.

Cientistas loucos criando experiências que possam constituir uma ameaça permanente para a humanidade? Hmm, eu acho que temos alguns candidatos iniciais.

Leia mais:


Cientistas Tentam Sincronizar o Cérebro Humano com Computadores






Transhumanista quer Ensinar Crianças que “A Morte é Errada”










Criado um Dispositivo que Possibilita Sentir-se no Corpo de Outra Pessoa








Nanorobôs, Controle Mental e Transhumanismo – Qual será o Futuro da Consciência









Fontes:

Activist Post: Biotech Seeking Ways To Make People Suffer Eternally

– Pratical Ethics

– Activist Post: FDA Approves World’s First Bionic Eye Transplant: The Era Of Cyborgs Has Begun

– Actvist Post: Terminator Robots to Take Over the Battlefield by 2023?

– Activist Post: Medical Nanobots Will Connect Brain to Cloud Computing – Ray Kurzweil

– Daily Mail: Could we condemn criminals to suffer for hundreds of years? Biotechnology could let us extend convicts’ lives ‘indefinitely’

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>