«

»

fev 10

Atentado de Boston – Após uma Investigação que Deixa Mais Perguntas que Respostas, EUA Pedem Pena de Morte para Dzhokhar Tsarnaev

GD Star Rating
loading...

O atentado de Boston foi apenas mais um que deixou muitas perguntas e poucas respostas. Sem nunca apresentar provas concretas contra o acusado, e deixando enormes furos do script criado para parecer mais um filme de Hollywood, a saga parece estar chegando a um triste desfecho.

Vimos uma simulação de uma explosão controlada no dia da maratona (semelhante aos atentados de 11 de setembro e do metrô de Londres), incluindo cães farejadores nas linhas de largada e chegada, a informação inicial de que um suspeito saudita estava sob a guarda da polícia no hospital que depois foi enfaticamente desmentida e que veio a morrer mais tarde, corredores que teriam sido avisados para não correr ou ainda que as autoridades estavam descartando a explosão na biblioteca como parte do ataque. Houve também uma suposta mensagem de um delator de dentro do governo, informando que iriam pegar um adolescente na sexta feira, e que irão usar isto para limitar a quantidade de munição (coisas que realmente aconteceram).

Tivemos também a suspeita que mercenários de empresas de segurança privada estariam com grandes mochilas nos arredores de onde ocorreu a explosão. Outros pontos não respondidos foram o vídeo que mostrava o irmão Tamerlan sem roupa sendo preso (reconhecido por sua tia), para depois aparecer morto. Também muito estranho o fato de praticamente instituírem Lei Marcial e fecharem completamente a cidade por causa de um jovem fugindo da polícia.

A última foi que Tamerlan Tsarnaev, suspeito da Maratona de Boston, acreditava que era vítima de Controle Mental. Vimos também uma demonização da comunidade Anti-NOM pelo governo e mídia ao tentar fazer relação entre os suspeitos do atentado e o site Infowars.

Vejam todos os posts sobre o Atentado de Boston.

Deixo abaixo o artigo do site português Público sobre a possibilidade de pena de morte para Dzhokhar Tsarnaev:

EUA pedem pena de morte para suspeito do atentado na maratona de Boston



O Departamento de Justiça norte-americano vai pedir a condenação à morte de Dzhokhar Tsarnaev, o jovem acusado de ser um dos responsáveis pelo atentado na maratona de Boston, no ano passado, que fez três mortos e 264 feridos.

Apesar deste anúncio, o pedido de condenação à morte poderá ainda ser retirado antes do início do julgamento – é isto que acontece em cerca de metade das acusações do Ministério Público nos EUA, na maioria dos casos devido a acordos com a defesa.

Dzhokhar Tsarnaev, 20 anos, e o seu irmão mais velho, Tamerlan Tsarnaev (que foi morto no dia 19 de abril durante a perseguição policial que se seguiu ao atentado, cometido quatro dias antes) são acusados de terem construído bombas a partir de panelas de pressão e de as terem feito explodir perto da linha de chegada da maratona.

O jovem, de origem tchetchena, continua a reclamar a sua inocência e ainda não sabe quando começará a ser julgado. A liderar a sua defesa terá uma das mais conhecidas advogadas em casos que envolvem a pena de morte, Judy Clark – entres os seus clientes estiveram Theodore J. Kaczynski, mais conhecido como “Unabomber”, e Zacarias Moussaoui, um dos homens que planeou os atentados de 11 de Setembro de 2001. Ambos foram condenados a prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional.

O estado do Massachusetts aboliu a pena de morte em 1984, mas Dzhokhar Tsarnaev será julgado de acordo com a lei federal norte-americana.

Leia mais:

Tamerlan Tsarnaev, Suspeito da Maratona de Boston, Acreditava que era Vítima de Controle Mental









Fontes:

– Público: EUA pedem pena de morte para suspeito do atentado na maratona de Boston

Document Cloud: Notice of intent to seek the death penalty

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>