«

»

out 05

Histeria do Terror: Governos e Mídia histéricos em uma vaga ameaça terrorista

GD Star Rating
loading...

Os dois termos no topo do google trends

Eu havia escrito há alguns dias como as mídias e os governos europeus e americanos estavam histéricos exagerando uma possível ameaça de ataques terroristas na europa.

A histeria continua. Hoje foi noticiado pelo jornal londrino Telegraph que o Ministério da Defesa Britânico orientando seus funcionários a não utilizarem a funcionalidade de geo-localização, como o Facebook Places, para evitar colocar em risco o seu pessoal. Chegam a alertar explicitamente funcionários na Irlanda. Apesar do memorando explicitamente dizer que as medidas são apenas orientações e não instruções diretas, o documento fornece instruções passo-a-passo para desabilitar o recurso Locais Facebook.

Eu estava hoje no trabalho folheando o Financial Times, quando me deparei com a foto do (defunto)  Osama Bin Laden, em uma reportagem sobre o alerta do governo americano para que seus cidadãos fiquem atentos para potenciais terroristas podendo atacar lugares turísticos. O alerta dizia que a ameaça na europa é confiável mas não é específica, acrescentando que Osama bin Laden recentemente exortou extremistas islâmicos a aumentarem seus esforços. Bin Laden necessitava freqüentemente de hemodiálise já antes dos ataques de 11 de setembro, e vários indícios mostram que ele morreu antes do fim de 2001 e que todas as aparicões em vídeo após esta data foram forjadas. Um funcionário americano falou que “não seria surpreendente se no mínimo, [Osama] Bin Laden estaria envolvido de alguma maneira“.

Nos alertas, as “autoridades” dizem que novos ataques com armas de fogo como os de Mumbai podem ocorrer na Europa. O governo britânico também aumentou o nível de ameaça terrorista para a europa.

A nota do governo americano chega a ser cômica: “Informações recentes sugerem que a Al-Qaeda e organizações afiliadas continuar a planejar ataques terroristas. cidadãos dos EUA devem tomar todas as precauções para estar ciente de seu entorno e adotar medidas de segurança adequadas para proteger-se quando viajam.

Quais sao as medidas adequadas para se proteger de tiros de arma de fogo?

Alex Jones utilizou o google trends para aumentar a concretização em torno da possibilidade da criação de um ataque terrorista forjado, o chamado ataque de falsa bandeira (false flag attack). Alex pediu para todos pesquisarem por duas frases, “Terror Hysteria” (Histeria do Terror) e “October Surprise Terror” (Surpresa de Terror de Outubro). As duas frases chegaram ao topo do google trends, chamando a atenção de diversos blogs e veículos de comunicação, como a AOL, que apesar de chamar Jones de conspiratório, admitiu que há um pouco de verdade no artigo de Jones, dizendo que a especificidade e o momento dos alertas levanta certas suspeitas, já que as eleições para o congresso americano acontecerão em 2 de novembro. Vários outros veículos chamam atenção para o fato, muitas vezes fazendo escárnio de Jones e Watson. Clique aqui e aqui para manter estes termos no topo do google trends.

No passado, outros ataques de falsa bandeira foram utilizados para promover invasões, guerras e ganhar o apoio popular, como Hitler com o Incêndio do Reichstag, o plano da Operação Northwoods, que acabou não sendo posto em prática. O incidente do golfo de Tonkin foi utilizado como pretexto para iniciar a guerra do Vietnam, e mais tarde soubesse que foi uma mentira.

Vamos torcer que com tantos olhos atentos para um ataque de falsa bandeira desestimule qualquer possível tentativa, pois afinal, eu também estou aqui :)

Fontes:
Telegraph: Ministry of Defence warns service personnel over Facebook Places
Financial Times: Europe put on terror raid alert
Terror Alert Hysteria: A Real ‘October Surprise’?
Infowars: October Surprise: Terror Hysteria Recycled In Election Ploy

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>