«

»

abr 08

Presidente Americano da carta branca para agência matar um cidadão americano – A máscara já havia caído

GD Star Rating
loading...

Via: O libertario

A notícia a seguir é prova de que o presidente afro-descendente americano Barack Obama não está nem aí para o ordenamento jurídico estadunidense, tampouco os direitos humanos.

Mandar matar sem julgamento prévio um cidadão americano é constrangedor até para os não americanos.

Saliente-se que se o presidente se acha no direito de mandar matar sem julgamento um cidadão americano, o que será que ele não pode fazer… Ate mesmo jornais britânicos ja haviam atentado para este fato, leia mais aqui.

Obama autoriza captura ou morte de terrorista com passaporte dos EUA
Fonte: www.ionline.pt

A administração Obama autorizou a captura do cidadão americano Anwar al-Awlaki, “vivo ou morto”. As autoridades americanas dizem ter provas do seu envolvimento em diversos planos de ataques terroristas contra os EUA, incluindo o massacre levado a cabo Novembro passado, em Fort Hood, que resultou na morte de 13 pessoas. Na sua página pessoal podia ler-se uma homenagem sentida ao assassino do Texas: “Nidal Hassan é um herói. Um homem de consciência que não conseguia lidar com a contradição de ser muçulmano e, ao mesmo tempo, lutar contra o seu povo. Não há nenhuma lei no mundo que nos impeça de combater a tirania americana“.

Awlaki, de 39 anos, tem nacionalidade americana – nasceu no Novo México – mas cresceu entre os EUA e o Iémen, onde se presume que esteja escondido. O americano está nos radares do exército desde os atentados de 11 de Setembro, em Nova Iorque, quando se determinou que os cérebros do ataque faziam parte do seu grupo de culto, na mesquita de São Diego. Mas foi nos últimos meses que a caça ao homem se tornou pública, quando se confirmou que Alawi teria sido o mentor de Omar Faruk Abdumutallab, o jovem nigeriano que tentou desviar um avião entre Amsterdão e Detroit, em Dezembro do ano passado.

Segundo informação divulgada pela Reuters, Awlaki se dedicou, nos últimos anos, a recrutar “soldados”, dispostos a dar a vida pela luta contra os “infiéis norte-americanos”.

Agora, são os Estados Unidos a nomeá-lo como um alvo a abater, tendo sido eleito pela conselho de segurança interna dos EUA “o inimigo número um do país“, numa missão ao estilo James Bond. A Casa Branca explica, no entanto, que a captura de Awlaki não vai ser tarefa fácil, por implicar o lançamento de um míssil sobre a aldeia onde o alegado terrorista estará, através de um avião não tripulado. Mas antes, garantem, “é preciso assegurar a sua ligação com os grandes líderes da Al-Qaeda na Península Arábica”.

Licença para matar é um caso sem precedentes no país: Awlaki é o primeiro cidadão americano na história dos EUA a ser um alvo a abater pelo seu país, não havendo registro de uma autorização semelhante de Washington. Nos EUA o debate está a centrar-se no fato de Barack Obama, defensor da abolição da pena de morte nos EUA, ser o primeiro da história dos presidentes americanos a dar “licença para matar” a um cidadão com passaporte americano.

A ordem foi justificada por Dennis Blair, porta-voz dos serviços secretos para os países árabes: “O perigo que representa para o nosso país obriga-nos a anunciar a sua captura. Se for preciso matá-lo, temos ordem para avançar“.

Fontes:

I-Online: Obama autoriza captura ou morte de terrorista com passaporte dos EUA

Artigos relacionados:

5 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Anonymous

    "presidente afro-descendente americano" detalhes assim q pode fazer vc perder leitores…

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

    1. Ricardo Cantuária de Souza

      Anonymous!?

      vc critica o poste do cara e nao se da o trabalho nem de por seu nome!?

      haha, que pobre você!

      Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

  2. Anonymous

    ao anonimo acima: vc ta mais preocupado com detalhe, tal como a escolha das palavras, ou com o conteudo: primeiro caso de condenação sem julgamento? se prefere procurar erro nas virgulas ou escolha de palavras, e deixar de ler o artigo por causa disso, é bom saber que o preconceito e o prejuízo são seus, e permanecerá na ignorância do conteúdo do artigo. enfim, a escolha é sua.

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

  3. elias

    ” presidente afro-descendente americano Barack Obama …”
    se ele fosse brnaoc acho que não teria escrito
    ” presidente BRANCO americano Barack Obama …”

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

  4. elias

    ” presidente afro-descendente americano Barack Obama …”
    vc não teria escrito
    ” presidente BRANCO americano Barack Obama …”

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>