«

»

mar 23

Vírus de Porco é Encontrado Misturado na Vacina Contra o Rotavírus

GD Star Rating
loading...

Blog A Nova Ordem Mundial

Saiu no DocGuide ontem, além de várias outros veículos de comunicação, que a GSK e a FDA confirmaram que foi encontrado o DNA de um vírus suíno na vacina Rotarix da GSK.

Apesar de afirmar que este vírus de porco não causa doenças, a vacina foi suspensa nos EUA e a agência de saúde da europeia está pedindo informações urgentes ao laboratório.

Foi descoberto que o DNA estava presente desde os estágios iniciais de produção da vacina.

Cabe lembrar que a GSK, ou GlaxoSmithKline, é uma das fabricantes das vacinas sendo utilizadas neste momento no Brasil, juntamente com a Sanofi, que está sendo processada na França por não fornecer informações sobre efeitos colaterais de vacina contra hepatite B. A Sanofi também foi uma das empresas responsáveis por vender remédios para hemofílicos contaminados com HIV. Isto é fato, foi reportado por várias emissoras de TV anos atrás. Veja todas as fontes aqui.

Agora me digam uma coisa, se permitem que um vírus de porco contamine a vacina do Rotavirus, porque você acha que a vacina da gripe suína não pode acabar sendo contaminada com a gripe aviária, por exemplo, que é muito mais mortal que o H1N1?

Já que estamos neste assunto, é bom lembrar que a hipótese que eu levantei acima aconteceu em 2009, coincidentemente logo antes do surgimento da gripe suína, o laboratório farmacêutico Baxter, enviou 72 kilos de virus H5N1 da gripe aviária, misturados em material de vacina de gripe comum. Você acha que isto não pode acontecer novamente?

Fontes:
Washington Post: FDA warns doctors about Glaxo rotavirus vaccine
DocGuide: FDA Recommends Temporary Suspension of Rotavirus Vaccine
Blog Salada Médica: Rotavírus – Alerta sobre a vacina
Toronto Sun: Baxter: Product contained live bird flu virus
Bloomberg: Baxter Sent Bird Flu Virus to European Labs by Error (Update2)

Artigos relacionados:

9 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. cris

    Em outubro do ano passado, houve rumores de que a vacina Celtura (contra a gripe A H1N1) do grupo Novartis estava contaminada com vírus oriundos de cachorros e, também, por bactérias:

    http://theflucase.com/index.php?option=com_content&view=article&id=1516%3Aswitzerland-forbids-qswine-fluq-vaccine-for-pregnant-women-young-and-old&catid=41%3Ahighlighted-news&Itemid=105&lang=en

    O grupo Novartis negou a possível contaminação:

    http://preventdisease.com/news/09/102709_novartis_denies_problems_h1n1_vaccine.shtml

    Mas, de que outra forma agiria?

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

  2. Carlos Portugal

    Existem outros factos (comprovados) bastante mais graves:
    1 – Como todas as vacinas, a da «Gripe A» (H1N1) é desenvolvida num substrato nutriente celular. Normalmente, são usados ovos de galinha para esse substrato. Contudo, em quase todas estas vacinas para o H1N1 (GSK, Baxter, etc.), o substrato é de células cancerosas de fígado de porco e de macaco, para que o substrato se expanda depressa de forma a fabricar os milhões de vacinas requeridos pelo «golpe».
    Ora este material genético canceroso é injectado nos pobres pacientes vacinados. As vacinas são parcialmente esterilizadas, mas há muitos troços de ADN dessas células que passam para o infeliz que leva a vacina. A probabilidade de este vir a desenvolver um cancro (câncer) a curto ou médio prazo é grande.

    2 – As ditas vacinas contêm, entre outros, o adjuvante esqualeno, para fazer disparar a resposta imunitária. Tirado do tubarão (daí o nome), o esqualeno é violentamente rejeitado pelo organismo quando entra na circulação sanguínea. Numa mulher grávida, provoca quase de imediato a rejeição do feto, com descolamento da placenta e aborto espontâneo poucos dias depois.

    3 – Por fim, estas «vacinas» contêm também nanopartículas, alegadamente com a mesma finalidade que o esqualeno. Só que estas alojam-se nos pulmões e fígado, provocando fibroses quísticas e, eventualmente, a morte.

    A prova disto é que todos os macacos usados para teste nos E.U.A. morreram ao fim de quatro meses.

    Parece que a dita «vacina» não se destina somente a enriquecer os laboratórios, mas também a garantir a morte da maior parte dos pacientes. «Despopulação», como lhe chamam?

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

  3. Comunicado Interno

    Mais uma matéria que comprova o poder da fabricação em laboratório, como não acreditar que esse vírus foi produzido para enriquecer a industria, quem não está lucrando com isso?
    Somente o cidadão, ele que paga a conta e ainda sofre recebendo a vacina, que por sua vez tem substâncias perigosas e mortais para a saúde humana.

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

  4. Dário Cardina Codinha

    Carlo, Portugal,

    “Ora este material genético canceroso é injectado nos pobres pacientes vacinados. As vacinas são parcialmente esterilizadas, mas há muitos troços de ADN dessas células que passam para o infeliz que leva a vacina. A probabilidade de este vir a desenvolver um cancro (câncer) a curto ou médio prazo é grande.”

    Grande mentira. A produção não é como dizes. Segundo, não há trexo nenhum de vírus da gripe que passa para o DNA humano porque o vírus é que RNA oh idiota. Não tiveste biologia molecular pois não?

    “As ditas vacinas contêm, entre outros, o adjuvante esqualeno”

    O esqualeno é utilizado para estimular o sistema imune e aumentar a eficiência da vacina. Nosso corpo produz esqualeno como parte de seu funcionamento e há esqualeno no seu sangue neste momento. O óleo que cobre o seu corpo também possui esqualeno. A quantidade de esqualeno deixada em nossas impressões digitais é tanta que é fácil quantificar a concentração de esqualeno no seu mouse. Não é de se espantar que comidas de origem animal contenham esqualeno. Esqualeno também é utlizado em cosméticos como cremes e batons.

    “Por fim, estas «vacinas» contêm também nanopartículas”

    Ih pah… sabes tanto, até usas palavras caras. Quem não percebe até pensa que escreves verdade.

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

  5. Alexander Zimmer

    Obrigado por visitar o Filosofia Imortal.
    Para mim é um prazer divulgar as "tretas" que a mídia e o Goiverno Mundial tenta enfiar por nossas goelas abaixo.
    Está na hora de trazermos à luz, as informações e tramas escondidas da população mundial.
    Grande abraço!

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

  6. Carlos Portugal

    Oh Dário:
    Mas que defensor dos disparates saístes! Os dados que enunciei foram traduzidos de um comunicado da Ordem dos Médicos da República Federal da Alemanha, e o que transcrevi foi o resumo da comunicação. Em França, já está em curso um inquérito do Senado por causa disto.

    Quanto a tudo o que escreveste, parece que és apenas formado em revistas e «media» para as grandes massas obtusas! Pois é, eu não tenho doutoramento, mas apenas licenciatura e mestrado… Adivinha em quê, antes de insultares e demonstrares ignorância…

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

  7. Cavaleiro do Templo

    Eu que tenho que te agradeço pelos artigos que produz e pelas suas pesquisas, por querer que o mundo não seja definitvamente mudado pelos piores seres humanos que já pisaram nesta terra: os revolucionários, os donos da verdade, os sociopatas que sempre assolaram a humanidade.

    Grande abraço

    Cavaleiro do Templo

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

  8. Dário Cardina Codinha

    Carlos,

    Vais-me dizer, então, como é que um vírus com genoma de RNA se inclui no genoma de DNA do hospedeiro. Os vírus que o fazem não são os Orthomyxovírus (família viral da Gripe) mas sim os Retrovírus (HIV, por exemplo). E porquê? Agora responde tu sr. Doutor engenheiro especialista.

    Mais duas coisas:
    1- dá-me o link desse documento
    2- quais são as nanopartículas que mencionas?

    Obrigado e espero que não te tenha ofendido

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

  9. Dário Cardina Codinha

    Olha… o Sr. Dr. Eng. Especialista Carlos perdeu o pio??

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>