«

»

out 19

Estados Unidos Atacam o Irã Através do Grupo Terrorista Jundullah

GD Star Rating
loading...

Blog A Nova Ordem Mundial

O governo dos EUA efetivamente atacou o Irã dois dias atrás, depois do grupo terrorista Jundullah, que é financiado e treinado pelos EUA, ter lançado um ataque suicida contra a Guarda Revolucionária Iraniana em sua sede em Pishin, perto da fronteira com o Paquistão.

Líderes do grupo terrorista sunita Jundullah, filiados da Al-Qaeda, reivindicaram a responsabilidade pelo atentado suicida no Irã, que matou mais de 40 pessoas ontem. O grupo é financiado e treinado pela CIA e está sendo utilizado para desestabilizar o governo do Irã, de acordo com relatórios do jornal Telegraph de Londres e da ABC News.

Após o ataque, que matou pelo menos cinco comandantes da Guarda Revolucionária Iraniana, juntamente com dezenas de outras pessoas, relatos da mídia têm oscilado entre acusações iranianas sobre o envolvimento dos EUA e o Reino Unido e desmentidos por parte do Departamento de Estado Americano.

O grupo Jundullah, que desde então assumiu a responsabilidade pelo ataque anuncionou o homem-bomba como sendo Abdol Vahed Mohammadi Saravani

Entretanto, o fato de que o grupo Jundullah ser abertamente financiado e gerenciado pela CIA e pelo Mossad (serviço secreto israelita) não está em debate, e vem sido amplamente divulgado durante anos.

“O presidente George W Bush deu a aprovação para lançar operações secretas da CIA para realizar a mudança de regime no Irã, revelaram fontes da inteligência. Bush assinou um documento oficial endossando os planos da CIA para uma campanha de propaganda e de desinformação destinada a desestabilizar e, eventualmente, derrubar o regime teocrático dos mulás “, relatou o Telegraph de Londres em maio de 2007.

Parte da campanha de desestabilização envolveu a CIA “dar total apoio, fornecendo dinheiro e armamentos para um grupo de militantes iranianos, Jundullah, que realizou incursões no Irã a partir de bases no Paquistão”, afirmou o relatório.

Jundullah é uma ramificação sunita do grupo Al-Qaeda que foi anteriormente liderada pelo suposto mentor dos ataques de 11 de setembro, Khalid Sheikh Mohammed. O fato deste grupo ser apoiado diretamente pelo governo americano sob o regime de Bush e agora de Obama destrói toda a legitimidade da “guerra contra o terror”.

O grupo foi responsabilizado por uma série de explosões dentro do Irã visando desestabilizar o governo de Ahmadinejad e também opera no Paquistão, tendo tido envolvimento em ataques à delegacias e carros-bomba no Centro Cultural Paquistão-EUA em 2004.

O grupo também produz fitas de propaganda e literatura para o braço midiático da Al-Qaeda, As-Sahab, que por sua vez é intimamente associado com o complexo industrial militar IntelCenter, o grupo que torna disponível vídeos da Al-Qaeda aos meios de comunicação ocidentais.

Em maio de 2008, a ABC News relatou sobre como Paquistão estaria ameaçando entregar seis membros do Jundullah ao Irã depois destes serem detidos pelas autoridades paquistanesas.

“Funcionários americanos disseram à ABC News que oficiais de inteligência dos EUA freqüentemente se encontram e aconselham os líderes da Jundullah e que oficiais de inteligência antigos e atuais estão trabalhando para impedir que este homens sejam enviados para o Irã “, noticiou a ABC News, destacando mais uma vez a estreita relação entre o grupo terrorista e a CIA.

Em julho de 2009, um membro do grupo Jundullah admitiu perante um tribunal de Zahedan no Irã que o grupo era um representante para dos EUA e Israel.

Abdolhamid Rigi, um membro sênior do grupo e irmão do líder do grupo Abdolmalek Rigi, que foi um dos seis membros da organização extraditado pelo Paquistão, disse ao tribunal que o Jundullah estaria sendo treinado e financiado pelos americanos e sionistas (Israel). Ele disse também que o grupo havia sido ordenado pelos Estados Unidos e Israel para intensificar seus ataques no Irã.

O Jundullah não é o único grupo terrorista anti-iraniano que o governo americano tem sido acusado de financiar em uma tentativa de pressionar o governo iraniano.

Várias pessoas confiáveis, incluindo delatores de dentro da inteligência americana e ex-militares afirmaram que os EUA está conduzindo operações militares secretas dentro do Irã usando grupos de guerrilha para realizar ataques contra unidades da Guarda Revolucionária Iraniana.

Suspeita-se que a bem conhecida organização terrorista de direita Mujahedeen-e Khalq (MEK), uma vez dirigida pelos temidos serviços de inteligência de Saddam Hussein, trabalha agora exclusivamente para a Direção de Operações da CIA realizando atentados no Irã.

Depois de um atentado no Irã em março de 2007, o jornal London Telegraph relatou também como um alto funcionário da CIA denunciou o fato de que os EUA está financiamento secretamente grupos terroristas no Irã em uma tentativa de intensificar as pressões sobre o regime islâmico para desistir de seu programa nuclear.

Uma história entitulada “EUA financia terror para semear o caos no Irã“, revela como o financiamento para os ataques perpetrados pelos grupos terroristas “vêm diretamente do orçamento secreto da CIA”, um fato que é agora “não é mais segredo algum”, de acordo com um ex-alto funcionário da CIA em Washington que falou anonimamente para o Sunday Telegraph.

O Ex-agente contra-terrorismo do Departamento de Estado dos EUA Fred Burton confirmou a afirmação, dizendo ao jornal: “Os últimos atentados no Iran vão de encontro com os esforços americanos para fornecer e treinar as minorias étnicas do Irã para desestabilizar o regime”.

John Pike, diretor da influente “think tank” Global Security de Washington, disse: “As atividades dos grupos étnicos têm se intensificado nos últimos dois anos e seria um escândalo se não fosse ao menos em parte o resultado da atividade da CIA”.

O momento do atentado, que teve como alvo membros da Guarda Revolucionária Iraniana foi claramente orquestrado para coincidir com as conversações entre representantes do Irã, Rússia, França, EUA e a Agência Internacional de Energia Atômica em Viena hoje para discutir sobre as intenções nucleares iranianas.

Fontes:
Infowars: U.S. Attacks Iran Via CIA-Funded Jundullah Terror Group

Artigos relacionados:

2 comentários

  1. ACrivelli - A Tribuna

    Isso não é novidade, perdoe-me, não estou desmerecendo seu post, estou apenas citando o fato de que essa é uma forma rotineira dos EUA atuar militarmente em conflitos que não quer se expor publicamente. A CIA faz todo serviço sujo, e muito bem feito diga-se de passagem, e derrepende surge um ''pé-rapado'' e assume tudo. Toda história só se é comprovada de fato uma década depois, apesar de ser óbvio e notório.
    Mas….infelismente e assim que a raça humana funciona.

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

  2. Augusto J. Hoffmann

    Tem lógica. Tem sócio: o Mossad. Esses caras agem assim. E o mundo, vendo pela TV, considera-os mocinhos! USA & Israle. Que dupla. Aí de nós.

    Gostei or Não: Positivo 0 Negativo 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>